Super banner
Super banner

Araxá integra o Roteiro Técnico do Cooperativismo Brasileiro

Araxá integra o Roteiro Técnico do Cooperativismo Brasileiro

Capal

A Cooperativa Agropecuária de Araxá Ltda (Capal) é a única cooperativa de Minas Gerais a participar do Projeto Nacional de Fortalecimento do Ramo Turismo e Lazer e de Promoção à Integração Cooperativista. A Capal está entre o seleto grupo de nove cooperativas agropecuárias do país que integram o programa RTC Brasil – Roteiros Técnicos do Cooperativismo, desenvolvido pelo sistema cooperativista brasileiro, por intermédio do Sistema OCDF- Sescoop/DF. O projeto tem como meta a realização de intercâmbios técnicos para fins de conhecimento, troca de informações, promoção e geração de negócios.

O objetivo é fortalecer o ramo Turismo e Lazer, por meio de ações estruturantes que envolvam a participação das cooperativas na promoção, gestão e operacionalização de intercâmbios em amplitude nacional e internacional, de natureza técnica e turística, no âmbito do cooperativismo. O programa conta com o apoio de recursos financeiros do Fundo Solidário de Desenvolvimento Cooperativo (Fundecoop) e a parceria institucional da OCB – Organização das Cooperativas Brasileiras e suas unidades estaduais. O roteiro inclui 23 cooperativas singulares, 7 cooperativas centrais, 2 confederações de cooperativas, dois bancos cooperativos e Sistema OCB/ SESCOOP / CNCOOP.

Os resultados esperados a partir deste projeto consistem na geração de novos cooperados, maior movimentação financeira das cooperativas de turismo e lazer participantes do projeto. De acordo com Remy Gorga, coordenador nacional do ramo turismo e lazer e superintendente do Sistema OCDF-Sescoop/DF, o projeto surge em resposta às oportunidades internas e externas que as cooperativas do ramo podem usufruir. “Os intercâmbios realizados por cooperativistas em busca de conhecimento e possibilidade de negócios é crescente no Brasil e em todo o mundo. E essa é uma oportunidade para que as cooperativas do ramo Turismo e Lazer possam ampliar seus negócios, aproveitando esse nicho de mercado”, finalizou Gorga.

De acordo com o presidente da Capal, Alberto Adhemar do Valle Junior, com a RTC Araxá passa a integrar oficialmente a rota do cooperativismo de Turismo e Lazer. “Nesses 55 anos da Capal, sempre recebemos missões técnicas de todo o país e até internacionais, para conhecer o trabalho que realizamos. Nossa cooperativa é referência em diversos projetos, como por exemplo, o Educampo Leite e Educampo Café, projetos de assistência técnica desenvolvido pelo Sebrae, onde a Capal foi pioneira e tem até hoje os melhores resultados de Minas Gerais. Nosso projeto de Organização do Quadro Social (OQS), um dos pilares do cooperativismo, é referência há mais de 20 anos e sempre recebemos cooperativas para conhecer o trabalho desenvolvido aqui. Agora, integramos também o RTC Brasil, um projeto audacioso que pretende estimular o cooperativismo de turismo e lazer. Com a estrutura que a Capal tem e a vocação turística de Araxá, não poderíamos ficar de fora desse projeto. Temos vários atrativos, o Grande Hotel do Barreiro, o Horizonte Perdido, museus, propriedades de café e leite belíssimas, que com certeza vão encantar os participantes do O RTC – Brasil”, destaca Alberto Valle Júnior.

O presidente do Sistema OCDF-Sescoop/DF, Roberto Marazi, diz que o Projeto de Roteiros Técnicos do Cooperativismo (RTC-Brasil) é fundamental para o desenvolvimento do cooperativismo no âmbito nacional e internacional. “Poucas Cooperativas no Brasil se organizaram para oferecer serviços de Turismo e Lazer, sendo que mais de 30 milhões de cooperativistas praticam esta atividade. O projeto Fortalecimento do Ramo Turismo e Lazer, desenvolvido pelo Sistema Cooperativista do DF com recurso do Sescoop Nacional, tem o objetivo de mudar este quadro. O RTC – Brasil é um modelo inovador que busca envolver e promover intercooperação e despertar interesse de cooperativas de outros ramos, para que esta atividade cooperativista cresça e se desenvolva.”

Roteiro Internacional

O programa RTC Brasil também possui cinco roteiros internacionais. Na Alemanha, durante cinco dias, o turista poderá realizar uma viagem de estudo e conhecimento do sistema cooperativo do país na Confederação Alemã das Cooperativas (DGRV) e na Academia Alemã das Cooperativas (ADG). No Canadá, será um estudo sobre o cooperativismo de crédito do país, uma das referências no setor, onde o participante poderá realizar um curso com certificado internacional pela Universidade de HEC – Montreal.

Nos Estados Unidos, as visitas também estão relacionadas ao cooperativismo de crédito, envolvendo a WOCCU – Conselho Internacional de Cooperativas de Crédito, a CUNA – Associação Nacional das Cooperativas de Crédito e a NCUA – Administração Nacional das Cooperativas de Crédito dos EUA. A Espanha compreende um verdadeiro seminário sobre o cooperativismo, através de uma viagem de estudos ao cooperativismo local, envolvendo visita à Confederação Empresarial Espanhola de Economia Social – CEPES, maior entidade de representação de cooperativas da Espanha e a Sociedade Cooperativa ACOREX, na região de Extremadura, cooperativa de segundo grau que congrega 37 cooperativas agroalimentares.

Notícias relacionadas