Bosco assegura recursos para UTI neonatal e Fama

Bosco assegura recursos para UTI neonatal e Fama

Nos últimos dias o deputado Bosco assinou dois importantes convênios para Araxá junto à Secretaria de Estado de Saúde (SES), onde se reuniu com o secretário Antônio Jorge de Souza Marques. O primeiro é referente à aquisição de equipamentos e consumo da futura Unidade de Terapia Intensiva (UTI) neonatal da Santa Casa de Misericórdia, e o segundo contempla a Fundação de Assistência à Mulher Araxaense (Fama) através do projeto Berço da Cidadania.

UTI neonatal

A instalação da Unidade de Terapia Intensiva sempre foi uma prioridade do parlamentar desde quando iniciou seu mandato, em 2011. O primeiro convênio, assinado em julho passado, teve o valor de R$1.172.160 para a construção da estrutura. Agora, o segundo convênio também foi assinado. Desta vez, o valor é de R$1,353 milhão para custeio e investimento, visando a aquisição de equipamentos e consumo. No total, são R$ 2,5 milhões em recursos.

“É com imensa alegria que vejo a concretização desse sonho antigo. Sua conclusão irá tirar a dependência histórica de recorrer a Uberaba, Patos de Minas e São Sebastião do Paraíso. Araxá, com a implantação da UTI neonatal, passará a ser referência e acolherá mães e recém-nascidos de toda nossa região”, destaca Bosco. A primeira parcela do novo convênio será paga ainda este mês.

Berço da Cidadania

O parlamentar assinou um convênio no valor de R$ 320.236 para o projeto Berço da Cidadania. Com o recurso, a instituição terá condições de manter o projeto, cujo objetivo é implementar uma política para a redução da mortalidade materno-infantil.

“Contribuir com a manutenção de um programa tão nobre, o faz ter ainda mais vontade de trabalhar por Araxá, por cada cidade do Alto Paranaíba e, mais que isso, por cada um dos 853 municípios do nosso Estado”, ressalta o deputado.

Segundo ele, a Fama tem desenvolvido um trabalho importante no atendimento às mulheres e às crianças não só no que diz respeito à saúde física, mas também à mental e educacional. “Projetos como esse merecem todo o empenho.”

Segundo ele, a verba garante a continuidade do funcionamento da Fama. “´É uma instituição dos araxaenses que sempre acreditei e não admitia sua paralisação.”

Notícias relacionadas