Governo lança campanha de combate à dengue em Minas

Governo lança campanha de combate à dengue em Minas

O governador em exercício Antonio Augusto Anastasia e o secretário de Estado de Saúde, Marcus Pestana, lançaram hoje (20), na Secretaria de Estado de Saúde, campanha de combate à dengue, numa parceria do Governo de Minas com a União e prefeituras municipais. As ações de prevenção serão intensificadas e novas campanhas publicitárias, convocando a população a eliminar os focos do Aedes aegypti, mosquito transmissor da doença, começam a ser veiculadas nas emissoras de rádio, TV e jornais e divulgadas em outros locais de grande concentração de pessoas, como estádios de futebol, rodoviárias e aeroportos.

O Governo de Minas está destinando R$ 6 milhões para essas ações e na aquisição de novas tecnologias de combate aos focos do mosquito. Professores da UFMG desenvolveram, em parceria com a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (Fapemig), o M.I. Dengue, um sistema inovador que monitora os focos do Aedes e presta apoio fundamental ao planejamento das ações desenvolvidas pelos agentes de saúde. O objetivo é evitar uma epidemia no verão. Historicamente, o pico da doença acontece de janeiro a março.

Anastasia lembrou que a prevenção ainda é o instrumento mais eficaz no combate à dengue, uma vez que não existe vacina capaz de imunizar as pessoas contra a doença. Ele disse também que a campanha é a resposta do Governo de Minas ao avanço da doença em todo o país. No ano passado foram notificados 44.025 casos de dengue em Minas. De janeiro a setembro deste ano, esse número saltou para 74.902.

“A dengue é uma doença grave que, lamentavelmente, vem crescendo no Brasil ano a ano e estamos muito preocupados. O combate não é uma atividade exclusiva do poder público, que é o grande responsável por ela. É fundamental que a sociedade, que as pessoas conheçam o seu papel e possam combater a dengue nas suas residências, nos seus quintais, com os seus vizinhos. A campanha é muito importante porque ela esclarece, mostra, entusiasma, estimula. Ela, de fato, quase cobra da sociedade uma participação ativa nesse combate à dengue”, disse o governador, em entrevista.

A mobilização conta com o apoio das prefeituras mineiras, que vão intensificar a aplicação do fumacê e, principalmente, a visita domiciliar dos agentes de saúde em busca da eliminação de possíveis focos do mosquito. O presidente da Associação Mineira de Municípios (AMM) e prefeito de Mariana, Celso Cota, assinou documento formalizando compromisso com a erradicação dos focos.

Notícias relacionadas