Planejamento e Gestão lança sistema eletrônico de prestação de serviços tributários

Planejamento e Gestão lança sistema eletrônico de prestação de serviços tributários

A Secretaria de Planejamento e Gestão acaba de implantar em Araxá, um sistema de prestação de serviços à comunidade. A partir de agora, uma série de serviços tributários serão prestados pela internet, por meio do portal da prefeitura na web.  

O trabalho faz parte do programa “Cidade Aberta”, projeto que visa criar meios que melhorem a eficácia do setor público na prestação de serviços ao cidadão. Dentro dele estão inclusas uma série de ações que agilizam o processo administrativo como um todo, principalmente o do setor de tributos, onde se concentra uma das maiores demandas da administração.

Basicamente ele consiste na informatização de alguns processos do setor, dentre eles, emissão de nota fiscal eletrônica, guias de IPTU, ISS e abertura e fechamento de CNPJ. Estes processos poderão ser realizados pelo próprio contribuinte através da internet.

Segundo a chefe do setor de tributos da prefeitura municipal, Liliane Martins, o objetivo é alcançar, principalmente, contadores e empresas que utilizem rotineiramente destes serviços e que trabalhem diretamente com o setor de tributos. “Para o cidadão comum não é interessante, mas para estas empresas, será um grande avanço”, diz. Cada empresário terá uma senha de acesso, através da qual entrará em todo o sistema.

O setor de tributos faz cerca de 200 atendimentos diários, de acordo com Liliane, com a implantação do novo sistema, pretende-se diminuir consideravelmente as filas de espera, o que, consequentemente, vai melhorar a eficácia do serviço prestado. “Nós perdemos muito tempo com trabalhos administrativos, e isso atrasa os processos do departamento, com o novo sistema, pretendemos eliminar alguns procedimentos e nos focar no contribuinte”, completa.

O novo sistema ainda vai melhorar os processos internos, pois vai agilizar o fluxo de informações entre os departamentos interligados, além de reduzir o tempo de abertura de empresas e melhorar o serviço de fiscalização. “Hoje nós trabalhamos com um contingente reduzido de fiscais e com essa inovação poderemos focar mais na fiscalização”, completa.

O programa será lançado oficialmente dia 24 e deverá entrar em funcionamento no início de novembro.

Notícias relacionadas