Prefeito Jeová diz que vai criar secretarias de Esporte e Segurança Pública

Prefeito Jeová diz que vai criar secretarias de Esporte e Segurança Pública

O prefeito de Araxá, Jeová Moreira da Costa, anunciou que vai criar duas novas secretarias; Esporte e de Segurança Pública. Durante audiência pública do 3° quadrimestre de 2012, o prefeito comentou que o objetivo é de atender demandas existentes nessas áreas.

“A cidade cresce de maneira progressiva e temos que acompanhar esse crescimento. Nós administramos Araxá hoje com 8 secretarias e, devido a esse progresso que aconteceu na cidade de 2009 a 2012, hoje exige uma gestão mais ampliada. É por isso, que estamos mandando um projeto para a Câmara semana que vem com a ampliação de duas secretarias, uma de Segurança Pública e a outra de Esporte”, aponta o prefeito.

Nomes como os dos vereadores Mauro do Detran (PDT) e Carlos Alberto Cachoeira (PDT) estão sendo cogitados para assumir essas secretarias. Jeová afirma que existe essa possibilidade. “A reivindicação maior direciona para esses dois nomes, mas eles são donos de um mandato, foram eleitos para serem vereadores. Eu vejo que a criação dessas duas secretarias vai dar condições para a gente oferecer outros serviços para a nossa comunidade”, comenta Jeová.

Das atuais oito secretarias, duas tiveram os seus gestores exonerados. Na última sexta-feira (8), o secretário municipal de Saúde, Luiz Fernando Alves Castro, filho da vice-prefeita, Edna Castro, e a secretária de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Parcerias, Alda Sandra Barbosa Marques, cunhada de Jeová, deixaram os cargos por determinação do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG).

A ação apontou a nomeação de Luiz Fernando e Alda Sandra como um ato de nepotismo, já que foi firmado um Termo de Ajustamento e Conduta (TAC) em 2008, ficando proibida a nomeação de parentes do prefeito e vice aos cargos públicos.

Com as exonerações, quem está respondendo atualmente pelas pastas é o prefeito municipal Jeová Moreira da Costa até que o Supremo Tribunal Federal (STF) tenha resposta ao recurso do município contrário a decisão do TJMG.

Notícias relacionadas