Suspeito de homicídio da serra elétrica confessa crime em Araxá

Suspeito de homicídio da serra elétrica confessa crime em Araxá

Foi encaminhado no fim da tarde de hoje (30), para a cidade de Patrocínio, o acusado de matar um funcionário de uma carvoaria em Serra do Salitre na noite de ontem (29). Após o ato, ele roubou um carro e fugiu para Araxá, onde foi preso após ser abordado pela Polícia Militar na rua Funcionário João Rosa, onde os militares realizavam patrulhamento preventivo.

No ato da abordagem, o suspeito não portava a CNH e foi conduzido para delegacia, quando resolveu informar aos militares que havia matado uma pessoa. Em seu relato, disse que teria praticado o crime porque um carvoeiro estaria fazendo rituais de bruxaria envolvendo seu nome. O acusado amarrou a vítima em uma cadeira e utilizou uma moto serra para matar o carvoeiro.

Depois do homicídio, ele fugiu do local, indo até uma residência onde furtou um aparelho celular e uma pistola utilizada na vacinação de gado, seguindo para outra residência na Zona Rural, onde utilizando a pistola e simulando que era uma arma de fogo, roubou um carro do morador fugindo em seguida e sendo preso em Araxá.

De acordo com o delegado Luiz Fernando de Paula Bernardes, o suspeito confessou o homicídio o furto e o roubo e responderá pelos três delitos. Toda a investigação será feita na cidade de Patrocínio. 

Notícias relacionadas