Vale anuncia continuidade do projeto Salitre

Vale anuncia continuidade do projeto Salitre

A empresa Vale vai dar sequência ao projeto Salitre que visa extrair o minério em uma mina a ser desenvolvida na cidade de Patrocínio e traze-lo por ferrovia para ser beneficiado aqui na unidade de Araxá. O anuncio foi feito pelo diretor de Relações Institucionais da Vale, Valter Carlos B. Conceição Filho, que esteve em Araxá onde se reuniu com o presidente da ACIA, Marcio Farid, e o presidente do Sindicomércio, Emilio Neumann.

Valter explica que o empreendimento já havia obtido a Licença de Instalação (LI) junto aos órgãos ambientais do Estado, porém, devido ao redimensionamento do projeto Salitre esta licença corretiva terá que ser novamente apreciada pela Superintendência Regional de Regularização Ambiental (Supram). Segundo Valter, o assunto já está na pauta da Supram – Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba que tem reunião marcada para o próximo dia 19 de fevereiro em Uberlândia.

O presidente da ACIA, Marcio Farid, diz que a reunião com o diretor da Vale foi muito produtiva. “Ele nós informou sobre o andamento do projeto Salitre que é fundamental para a unidade da empresa em Araxá. O senhor Valter nós disse que o projeto esta realmente avançando e superando as dificuldades de implantação com previsão de entrar em operação em 2017”, afirma Farid.

O projeto Salitre prevê investimentos da ordem de R$ 1 bilhão. “Dentro do Estado de Minas eu desconheço um projeto com um investimento deste porte. Em Patrocínio já está começando a qualificação da mão de obra que futuramente vai poder atuar na mina e para Araxá a expectativa é de possibilitar uma sobrevida muito grande das atividades da Vale em nosso município por no mínimo mais 50 anos”, calcula o presidente da ACIA.

O empresário Emilio Neumann diz que a expectativa é de que a Supram aprove as mudanças feitas pela Vale no projeto Salitre e libere novamente a Licença de Instalação (LI) para deflagrar definitivamente a implantação da mina em Patrocínio. “Estamos enviando um ofício a Supram, em nome da ACIA e do Sindicomércio, dizendo que estamos contando com a máxima agilidade neste processo, pois quanto mais rápido vier esta aprovação mais rápido também os investimentos estarão acontecendo”, afirma Emilio.

O presidente do Sindicomércio diz que não é momento de se perder investimentos tão vultosos. “Em um momento de crise como este vivido por todo o país um investimento de cerca de R$ 1 bilhão não está acontecendo em lugar nenhum e é um grande privilegio para a nossa região. Dizem que minério não dá duas safras, porém Araxá vai sim ter duas safras de minério”, comemora Emilio.

Notícias relacionadas

Deixe um comentário: