Super banner
Super banner
Super banner
Super banner
Super banner

Casa do Caminho cancela atendimentos odontológico e de fisioterapia domiciliar

Casa do Caminho cancela atendimentos odontológico e de fisioterapia domiciliar

A espera por uma assinatura de convênio com a prefeitura fez com que a Casa do Caminho demitisse sete funcionários, cinco fisioterapeutas, um dentista e uma secretária, para conter gastos. Com isso, a entidade cancelou os atendimentos odontológico e de fisioterapia domiciliar.

Os funcionários demitidos foram cedidos, além de outros dez profissionais, pela administração do ex-prefeito Antônio Leonardo Lemos Oliveira e remanejados para estabelecimentos públicos (PSFs, Unis e outros) logo após Jeová Moreira da Costa assumir a prefeitura no início deste ano, medida que também aconteceu em outras entidades como os centros de atendimento à Mulher (CAM) e à Criança (CAC).

O presidente e fundador da Casa do Caminho, José Tadeu Silva, diz que a entidade contratou os dezessete funcionários remanejados na esperança de poder mantê-los através de um novo convênio com a prefeitura.

“No início do ano, o prefeito anunciou que iria fazer esse convênio com a Casa do Caminho (e outras entidades que prestam atendimento na saúde) para não manter o servidor público em instituição com gestão particular e eu passei para ele o valor que seria necessário para manter os dezessete funcionários, cerca de R$ 50 mil por mês”, diz.

Tadeu acrescenta que o atendimento odontológico era feito aos internos da Casa do Caminho e a fisioterapia domiciliar atendia cerca de 1,5 mil pacientes por mês. “O nosso desejo é ser parceira da prefeitura, mas não pensamos só na ajuda dela, claro que ser vier é muito bom.”

O presidente diz que se a prefeitura assinar o convênio os sete profissionais serão recontratados.

O secretário municipal de Saúde, Antônio Marcos Belo, afirma que na próxima semana a prefeitura deve apresentar à Câmara os projetos de lei dos convênios com a Casa do Caminho (cerca de R$ 55 mil/mês) e outras entidades que prestam atendimento na saúde. Antônio Belo afirma que até o final deste mês todos os convênios devem estar assinados.

Notícias relacionadas