Super banner
Super banner

Cefet Araxá decide pela manutenção da greve

Cefet Araxá decide pela manutenção da greve

O comando de greve do Cefet/Araxá realizou nesta segunda-feira (03) uma assembleia com os professores da instituição e decidiu manter a greve, que já dura três meses.

A reunião teve o maior quorum desde o início da paralisação, com a participação de 35 dos 45 professores da instituição. Foram 17 votos a favor da manutenção da greve, 13 contra e cinco abstenções.

O coordenador do comando de greve do Cefet/Araxá, professor Sérgio Luiz Pithan, explicou que a greve será mantida pelo menos até a próxima semana, quando ocorre a assembleia do Comando Nacional de Greve (CNG) do Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior (Andes-SN).

“O Comando Nacional espera nosso posicionamento para decidir sobre a paralisação e outras questões. Na quinta-feira faremos outra assembleia, mas por enquanto os professores decidiram manter a greve porque não houve negociação com o governo.”

O governo federal considera encerrada a negociação com a categoria desde o último dia 13, quando assinou um acordo com o Sindicato de Professores de Instituições Federais de Ensino Superior (Proifes), que aceitou a proposta de reajuste, com percentuais que variam de 25% a 40%. De acordo com Pithan, 56 universidades ainda estão em greve.

Notícias relacionadas