Confirmados 20 casos de dengue em Araxá

Confirmados 20 casos de dengue em Araxá

Em reunião realizada na última semana, pelo Comitê Interinstitucional de Enfrentamento à Dengue, Chikungunya e Zika Vírus, instituído com aval do prefeito Aracely, a comunidade foi conclamada a participar do combate ao mosquito Aedes Aegypti. Responsável por transmitir essas doenças e a febre amarela, o município já está com 162 notificações, sendo que 20 casos são positivos até o dia 23 de fevereiro em Araxá, números que preocupam a Secretaria Municipal de Saúde, e maiores em relação a 2018 com 76 notificados e 1 caso positivo.

Participaram da reunião, representantes de setores ligados à Prefeitura como o do Instituto de Planejamento e Desenvolvimento Sustentável de Araxá (IPDSA), da Vigilância Epidemiológica, de Zoonoses, da Secretaria de Educação, de agentes de controle e epidemias, de hospitais Dom Bosco, Unimed e Santa Casa e da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Municipal e supervisor e técnico em endemias da Superintendência Regional da Saúde de Uberaba, Cleuber Borges. “Com a chuva e o calor, o ciclo do mosquito favorece a reprodução rápida do Aedes Aegypti, então, a participação de todos é importante. Oferecemos apoio técnico e assessoramos o município de um modo geral nessas ações de prevenção”, comenta.

Referência técnica em Vigilância em Saúde, Telma Di Mambro Senra, ressalta que a atenção deve ser redobrada principalmente por conta de início de ano com período de férias, volta às aulas e com o carnaval que será no início de março. Para Telma, uma das dicas de prevenção da doença seria “a retirada de água acumulada nos pires de vasinhos de planta para colocar areia no fundo e outras ações que removem a água dentro dos depósitos”.

De acordo com Telma, quem cuida do seu animal de estimação, deve colaborar também no combate ao mosquito da dengue com a limpeza de vasilha de, pelo menos, em dois e dois dias, no recipiente, tirando o excesso de água. “Quando a pessoa apresentar os sintomas da doença, procurar imediatamente os serviços das unidades de saúde em tempo hábil para que não haja complicações”, acrescenta Telma. Ações como Bota-Fora da Dengue e blitz de mobilização junto à população serão intensificadas pela Secretaria Municipal de Saúde no decorrer do ano.

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *