Super banner
Super banner

Deputados votam projeto que proíbe animais em circos

Deputados votam projeto que proíbe animais em circos

Foi aprovado na Reunião Extraordinária de Plenário na noite desta quinta-feira (19/12/13) na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) o Projeto de Lei 4.787/13, que proíbe apresentação, manutenção e utilização de animais selvagens ou domésticos, sejam nativos ou exóticos, em espetáculos circenses no Estado. A proposição é de autoria do deputado Alencar da Silveira Jr. (PDT).

O projeto foi aprovado em 2º turno na forma do substitutivo nº 1. Proposto pela Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, o substitutivo determina que o descumprimento da lei sujeita o infrator às penalidades de apreensão do animal e multa de 10.000 Unidades Fiscais do Estado de Minas Gerais (Ufemgs). Para o exercício de 2014, uma Ufemg equivale a R$ 2,6382. Desse modo, a multa de 10 mil Ufemgs será de R$ 26.382,00.

No projeto original, a proibição não se aplicaria a eventos sem fins lucrativos, de natureza científica, educacional ou protecional, bem como a rodeios e exposições agropecuárias ou a eventos voltados para a comercialização de animais, desde que eles estejam mantidos em condições adequadas de bem-estar. No entanto, o substitutivo nº 1 retira essa exceção e determina a proibição dos animais exclusivamente nos circos. Além disso, o novo texto especifica que a proibição está relacionada aos animais silvestres ou domésticos, nativos ou exóticos, e acrescenta que o descumprimento da lei também implicará a apreensão do animal.

ALMG

Notícias relacionadas