Estudantes do Uniaraxá têm artigos aprovados no maior Encontro de Engenharia de Produção do país

Estudantes do Uniaraxá têm artigos aprovados no maior Encontro de Engenharia de Produção do país

Dois artigos, desenvolvidos por estudantes do Centro Universitário do Planalto de Araxá (Uniaraxá), foram aprovados pela Comissão Avaliadora do Encontro Nacional de Engenharia de Produção (ENEGEP); e, serão apresentados na 39ª edição de evento. Os artigos são intitulados de “Aplicação da Metodologia A3, no processo de descarga de rocha apatita, no modal ferroviário”; e, “Simulação como procedimento de apoio e melhorias no processo de envase de ferro ligas”. Estes são produções de três estudantes do 9º e 10º Períodos, Cayo Eduardo da Silva Fernandes de Lima, Felipe dos Santos e Kiany Franciele Vaz, junto ao seus Orientadores.

O ENEGEP é o maior evento nacional, na área de Engenharia de Produção; e, será realizado dos dias 15 a 18 de outubro, na cidade de Santos, litoral do estado de São Paulo. Na categoria em que os artigos foram submetidos, as formas de apresentação variam entre pôster e apresentação oral; aqueles, realizados pelos estudantes do Uniaraxá, serão apresentados em formato oral; tendo 15 minutos para a apresentação de cada um dos trabalhos. 

Para participar do evento, os artigos, primeiramente, precisaram ser submetidos à avaliação. Os critérios da avaliação vão desde o ineditismo até o número máximo de autores (cinco); bem como a formatação. Além disso, é necessário estarem enquadrados em uma das áreas e subáreas do ENEGEP. Os artigos em questão se referem às Áreas de Logística; Pesquisa Operacional; e, subáreas Transporte e Distribuição Física; e, Modelagem, Simulação e Otimização; e, foram aplicados em grandes empresas da região. 

As outras Áreas de Conhecimento aceitas são: Engenharia de Operações e Processos da Produção; Engenharia da Qualidade; Engenharia do Produto; Engenharia Organizacional; Engenharia Econômica; Engenharia do Trabalho; Engenharia da Sustentabilidade; e, Educação em Engenharia de Produção. 

Para o Orientador dos trabalhos, Professor Ricardo Moreira dos Santos Fonseca, essa participação “cria um elo entre o evento e a Instituição de Ensino Superior; e, quando os trabalhos são aprovados, esse elo reforça a qualidade do ensino e o ótimo desempenho do Corpo Docente e Discente”. 

Os estudantes veem essa oportunidade como um reconhecimento ímpar pela dedicação e esforço; além de imensa alegria por participar de um evento célebre, nacionalmente; como conta Lima, que integra a autoria dos dois artigos. Para ele, a prática em pesquisas científicas é de fundamental importância, tanto para os estudantes, quanto para o setor produtivo. 

Lima considera essa relação como uma via de mão-dupla. O setor produtivo ganha, com a possibilidade de otimização dos serviços; e, os estudantes ganham em conhecimento e diferencial em suas bagagens, seja acadêmica, seja na carreira que se iniciará. Ele, também, aconselha a todos os alunos, que procurem pela Pesquisa Científica; e, defende que é, justamente, o alinhamento entre a teoria e a prática que faz o mercado girar. 

Para o Professor Robinson Crusoé da Cruz, Orientador do artigo “Simulação como procedimento de apoio e melhorias no processo de envase de ferro ligas”, junto ao Professor Ricardo, “participar de Projetos de Pesquisa é um dos pilares que auxilia o aluno a questionar; buscar conhecimento e obter senso crítico; requisitos essenciais para profissionais que se destacam, no mercado de trabalho”. 

Os melhores artigos, apresentados no evento, serão premiados. Além disso, todos os trabalhos serão publicados, nos Anais Eletrônicos do evento. Isso, como afirma o Professor Ricardo, gera uma visibilidade importante aos estudantes; e, pode até render frutos no ambiente de trabalho. 

A programação dessa edição inclui palestras nacionais, internacionais, workshops, grupos de trabalho, painéis, minicursos, visitas técnicas e outros. O tema é: “Os desafios da Engenharia de Produção para uma gestão inovadora da Logística e Operações”. Estima-se que, aproximadamente, duas mil pessoas participem.

O evento é realizado pela Associação Brasileira de Engenharia de Produção (ABEPRO); e, consiste em um dos principais divulgadores da produção técnica e científica da área; tendo se consolidado, ainda, como fórum de discussão sobre questões pertinentes à Engenharia de Produção, em âmbito nacional; além de promover o intercâmbio do conhecimento acadêmico com o setor produtivo.

Nele, reúnem-se a Comunidade Acadêmica, Professores, Estudantes, Empresários, Consultores, Engenheiros, Administradores e demais Profissionais da área.

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *