Super banner
Super banner

Moradores organizam manifestação contra descaso na rua Francelino Cardoso

Moradores organizam manifestação contra descaso na rua Francelino Cardoso

Divulgação

DA REDAÇÃO – Os moradores da rua Francelino Cardoso, no Centro da cidade, vão promover uma manifestação no local na próxima sexta-feira (31), a partir das 17h30, para protestar contra os diversos problemas ocorridos naquela via.

O muro de um grande terreno que também envolve as avenidas Senador Montandon e Getúlio Vargas caiu recentemente com uma forte chuva no final de dezembro, engoliu metade do asfalto da Francelino Cardoso (trecho próximo à avenida Senador Montandon), derrubando ainda postes e árvores. Desde então, o local foi isolado por tapumes, que agora servem até como painéis de exibição de cartazes de propaganda, e até o momento nenhuma providência foi tomada quanto à recuperação da via.

O trânsito no local está comprometido, obrigando a Assessoria de Trânsito da prefeitura (Asttran) a deixar o trecho danificado em mão única (sentido Fundação Cultural Calmon Barreto), mas a sinalização que proíbe a entrada pela Senador Montandon nem sempre é respeitada, principalmente por motociclistas.

Além disso, os moradores reclamam da dificuldade de estacionar e retirar seus veículos da garagem por causa do intenso movimento e da limitação da rua, além do constante alagamento do terreno em dias de chuva forte, sendo um prato recheado para proliferação da dengue.

Na época em que o terreno não era murado e não havia calçada no trecho, foi feita uma grande obra em função de um deslizamento que chegou a derrubar alguns postes que ficam na esquina (atrás do posto de gasolina que está sendo construído), mas não havia atingindo o asfalto naquela oportunidade.

Foi feita então a construção do muro e do calçamento, sendo concluída em meados de outubro, mas dois meses depois algumas partes da calçada começaram a se soltar do muro, e depois foram destruídos pela água juntamente com postes, árvores e metade da via.

Os moradores cobram soluções por parte do proprietário e da prefeitura para que a situação seja resolvida rapidamente (e definitivamente).

Um grupo no Facebook foi criado – ‘Queremos a Rua Francelino Cardoso de Volta’ – e já conta com mais de 160 seguidores, dentre eles, políticos e servidores de primeiro escalão da prefeitura. Além dos moradores, o grupo também convida a população em geral tendo em vista que a Francelino Cardoso é uma das vias mais utilizadas na região central.

Notícias relacionadas