Pesquisa do Cefet de Araxá enfoca insetos, plantas e processos de polinização

Pesquisa do Cefet de Araxá enfoca insetos, plantas e processos de polinização
Foto: Jack Hong / Shutterstock.com

As abelhas estão em extinção no Brasil. Segundo o Greenpace, entre dezembro do ano passado e março deste ano, mais de meio bilhão de abelhas foram encontradas mortas em todo o País, principalmente devido ao uso de agrotóxicos. A extinção desses e de outros animais afeta diretamente a polinização e a agricultura alimentícia brasileira. Conhecer como esse processo se dá contribui diretamente com a conservação dos insetos e das plantas. É o que pensa equipe de alunos do curso de Eletrônica do Cefet-MG campus Araxá.

O grupo, liderado pela professora Milene Bianchi dos Santos, busca analisar a relação entre os polinizadores e as plantas visitadas. Durante os meses de março a outubro, os alunos fizeram coletas semanais, principalmente no próprio campus, de insetos e plantas. Os insetos foram recolhidos com auxílio de rede específica, preservados e montados em caixas. Já as amostras férteis de plantas foram coletadas, prensadas e secas. Os procedimentos seguiram todos os padrões técnicos usados para esse tipo de pesquisa.

Os estudantes Ana Clara Alves, Camilly Stephane Alves, Gustavo Henrique Torquato e Israel Trindade Gregori coletaram 253 espécimes de insetos, sendo que as ordens com mais representantes foram a Lepdoptera (borboletas e mariposas) e Hymenoptera (maior grupo de insetos, que inclui vespas, abelhas e formigas). A coleção de plantas reuniu 30 exemplares diferentes. As amostras compõem uma coleção entomológica, especialidade da Biologia que estuda os insetos e a relação deles com as plantas e o meio ambiente, e que será usada durante as aulas de Biologia ofertadas no campus.

O trabalho teve como um dos objetivos divulgar a importância da conservação dos insetos polinizadores, principalmente devido ao declínio das populações de abelhas no mundo. “Sabemos que é essencial uma convivência harmônica entre os polinizadores e a produção agrícola, mas um dos fatores responsáveis por esse declínio é a utilização intensa de agrotóxicos na agricultura. As perdas econômicas devido à morte massiva de abelhas são muito difíceis de serem dimensionadas e os efeitos serão observados tanto nos ecossistemas naturais quanto nas culturas agrícolas”, avalia a professora.

A pesquisa “Polinização: o conhecimento como estratégia para a conservação” será apresentada na Mostra Específica de Trabalhos e Aplicações (Meta) 2019. O evento acontece até próxima sexta-feira (25) nos campi de Araxá, Belo Horizonte, Contagem, Curvelo e Divinópolis.

A Meta é a feira científica e tecnológica do Cefet-MG promovida desde 1978, que divulga, para a comunidade interna e externa, trabalhos desenvolvidos por alunos e ex-alunos orientados por professores e técnicos administrativos. Busca propiciar o desenvolvimento de habilidades para realização de projetos e a solução de problemas científicos, tecnológicos e sociais, e difundir os cursos, as áreas de atuação e as atividades do Cefet-MG.

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *