Super banner
Super banner

Polícia Civil pede prisão preventiva de motociclista que matou passageira

Polícia Civil pede prisão preventiva de motociclista que matou passageira

A Polícia Civil representou pela prisão preventiva de R.M.J., 21 anos, o qual provocou a morte de K.L.S., 19 anos, nesta segunda (25). O motociclista, inabilitado, conduzia uma moto Honda CG 160 Start, cor preta, pela rua Luiz Colombo, com velocidade incompatível com a via, não respeitou a sinalização de parada obrigatória, trazendo a vítima como passageira. Na interseção com a rua Dona Maroca, foram atingidos por uma caminhonete Chevrolet S10 LT DD4A que se deslocava por aquela via (rua Dona Maroca). O motociclista fugiu do local com a motocicleta e posteriormente se entregou para Polícia. A vítima foi socorrida, mas faleceu no pronto atendimento.

Hoje, equipe da Delegacia de Trânsito conseguiu ter acesso às imagens captadas por câmeras de segurança privadas. Em uma delas, foi possível visualizar o motociclista dirigindo a moto, trazendo a vítima na garupa, percorrendo em alta velocidade e em apenas uma roda.

Para Polícia Civil, a soma destes fatores indica que o motociclista assumiu o risco de produzir o resultado morte. Quando o condutor de uma motocicleta, sem ser habilitado, invade uma rua em velocidade incompatível, desrespeita a sinalização de parada obrigatória e causa a morte de uma pessoa, ele assume o risco do resultado.

Condutas como a do investigado, reiteradamente, têm machucado e matado pessoas em Araxá. É preciso reforçar o caráter preventivo do direito penal enquanto mecanismo para desestimular comportamentos perniciosos, que atentam contra a paz pública, como o adotado pelo investigado.

Fonte: Ascom Polícia Civil

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *