Super banner
Super banner

Prefeitura e entidades discutem manutenção do Minas Fácil

Prefeitura e entidades discutem manutenção do Minas Fácil

Mudanças na gestão da agência local do Minas Fácil foram discutidas durante uma reunião na manhã desta sexta-feira (21). Atualmente, a manutenção da unidade está em cerca de R$ 6,5 mil por mês, custeada somente pela Associação Comercial, Industrial, de Turismo, Serviços e Agronegócios de Araxá (Acia) desde janeiro, além de dois funcionários da prefeitura cedidos para trabalhar no local.

A proposta inicial seria dividir o custo entre prefeitura, Acia e Associação dos Contabilistas de Araxá e será estudada entre as partes.

A secretária municipal de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Parcerias, Alda Sandra Barbosa Marques, disse durante o encontro que os contabilistas precisam se conscientizar dos benefícios gerados pelo Minas Fácil em Araxá.

Anteriormente, eles precisavam ir a Uberaba para terem acesso aos serviços prestados pela Junta Comercial do Estado.

Além da secretária, a reunião teve a participação do presidente e 1° tesoureiro da Acia, Emílio César Ribeiro Parolini e Márcio Antônio Farid, do vice-presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Araxá, Júlio Mário da Silva, do presidente do Conselho Regional de Contabilidade, André Luis da Silva, além do presidente da Associação dos Contabilistas de Araxá, Helci Marques, acompanhado pelo associado Antônio Lúcio Marques.

Minas Fácil

Instituído em 2005, o Minas Fácil é um programa do governo de Minas para simplificar e agilizar a abertura de empresas no Estado. As unidades do Minas Fácil compõem a estrutura orgânica da Junta Comercial do Estado de Minas.

Notícias relacionadas