Super banner
Super banner

Projovem de Araxá já inseriu 80 jovens no mercado de trabalho

Projovem de Araxá já inseriu 80 jovens no mercado de trabalho

Projovem Araxá - Foto: Ascom PM

O Projovem Trabalhador de Araxá, projeto social desenvolvido pela prefeitura de Araxá em parceria com o Ministério do Trabalho, já inseriu até agora, 80 jovens no mercado de trabalho. O programa, finalizado em setembro com a formatura de 340 alunos com idades entre 18 e 29 anos, está próximo da meta de empregar pelo menos 30 por cento dos formados.

No ano passado, depois de uma visita de representantes do Ministério do Trabalho, o Projovem Trabalhador de Araxá foi eleito como o melhor do país, em termos de logística, organização e lisura de processos. O coordenador, Mauro Rocha Júnior, conta que para tanto não foram poupados esforços para que o programa funcionasse como mandam as diretrizes federais. “Em todas as exigências do Ministério do Trabalho, Araxá atendeu além do necessário”, conta Mauro.

De acordo com Mauro, foram investidos cerca de dois milhões de reais, custeados pelo Governo Federal e Prefeitura Municipal. O programa capacitou jovens nas áreas de mecânica, caldeiraria, informática e comércio. O setor de metais foi o que mais absorveu mão de obra, principalmente em função da grande quantidade de empresas que atuam na área de mecânica industrial e que prestam serviços para mineradoras no entorno. “Muitas dessas empresas de Araxá que prestam serviços para mineradoras estão absorvendo os nossos alunos”, diz Mauro.

O coordenador do Projovem destaca ainda a preocupação do poder público em capacitar e também viabilizar meios para que o jovem seja integrado no mercado. “É a nossa função, nós temos uma meta de inserir pelo menos 30 por cento dos jovens no mercado. Nós temos exemplos de alunos que eram do Projovem que foram contratados pela própria empresa executora do projeto na cidade,” finaliza.

Notícias relacionadas