Super banner
Super banner

‘Prospecções de missão internacional transformou Araxá na bola da vez’

‘Prospecções de missão internacional transformou Araxá na bola da vez’

Encontro que debateu a CITAT - Foto: Sérgio Gomes

Sérgio Gomes/PMA – Araxá chamou a atenção de todo o planeta, depois que a Administração Municipal decidiu realizar Missão para realizar prospecção de tecnologia e investimentos na Europa, Oriente Médio e Estados Unidos. O contato com universidades, empresários de ramos diversos acabou chamando a atenção para criação da Cidade Tecnológica do Triângulo Mineiro, em Araxá, contando com importantes componentes. Mas, além da CITAT, os assuntos das missões descobriram a grande riqueza existente em Araxá, e que é de interesse do mundo inteiro, que são as Terras Raras.

As viagens muito bem planejadas e direcionadas de forma correta e objetiva, contataram pessoas chaves no processo, alavancando interesses diversos e voltando os olhos do planeta para Araxá. Prova disso é o interesse de empresas, universidades e até políticos importantes da área, fazerem questão de virem até a cidade para conhecerem de perto o projeto da Cidade Tecnológica.

No dia 31 de maio o Secretário de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Nárcio Rodrigues esteve em Araxá e conheceu o projeto da CITAT. Além de ficar muito interessado, destacou que Araxá é a “capital nacional das Terras Raras” e deixou combinado que ele voltará a Araxá, trazendo sua equipe, para auxiliar na estruturação do projeto, aumentando o contato com mais universidades, empresas e até com o Governo do Estado e a União.

Nesta segunda-feira, dia 11 de junho, aconteceram importantíssimos encontros em Araxá. O Doutor Patterson, do CEFET, que participou da missão nos Estados Unidos, se reuniu com a equipe do CEFET local para relatar a importância da viagem e a forma como foram feitos os contatos e acertos de parcerias. Os americanos ficaram muito interessados em participar do projeto da Cidade Tecnológica, com suas universidades reconhecidas mundialmente e principalmente com relação ao desenvolvimento de tecnologia relacionada às Terras Raras.

Do CEFET, as reuniões passaram a acontecer no Tauá Grande Hotel, onde o Prefeito Doutor Jeová, a Secretária de Desenvolvimento Econômico e Parcerias, Alda Sandra Marques; o Secretário de Assuntos Jurídicos e o Assessor Especial Alex Ribeiro, receberam diretores da Vale Fertilizantes; da MbAC; do CEFET, da Uniube e do Uniaraxá.

O projeto foi apresentado a todos, que, já deram início às conversações, para concluir como serão suas participações no projeto da Cidade Tecnológica do Triângulo Mineiro, em Araxá. Essas reuniões foram muito importantes, pois colocaram frente a frente os interessados e peças importantes no processo.

Ao dar o “start” nesse projeto a Administração de Araxá conseguiu levantar  o fato de Araxá e região serem muito ricas em terras raras. Tanto é que a própria CBMM já anunciou que também vai explorar esses minerais. O nome da cidade passou a circular pelo mundo, tanto na China, onde se explora Terras Raras, mas se planeja o monopólio, quanto no resto do mundo, que precisa dos minerais para a confecção de ipads, TVs, ifones, dentre outras tecnologias de ponta.

A grande mídia do país já vem divulgando inclusive os investimentos que as mineradoras pretendem realizar em Araxá e região, nas explorações. Isso mostra a importância da Missão araxaense na Europa, Estados Unidos e Oriente Médio, que mostrou Araxá e suas potencialidades ao planeta. E agora, teremos ótimos resultados, como: investimentos, empregos e arrecadação para o município, melhorando em muito a qualidade de vida de toda a comunidade.

A CITAT – Cidade Tecnológica do Triângulo Mineiro já é realidade e vai mudar pra melhor a vida da cidade. O Hotel Colombo, desapropriado para servir como sede, vai receber pesquisadores e alunos do intercâmbio mundial, que trarão conhecimento à comunidade local, principalmente às universidades.

Notícias relacionadas