Super banner
Super banner

Vigilância Ambiental notifica quatro pontos críticos de focos da dengue

Vigilância Ambiental notifica quatro pontos críticos de focos da dengue

Fiscais da Vigilância Ambiental da Secretaria Municipal de Saúde estão executando um trabalho de identificação de clandestinos que reciclam materiais a céu aberto e constitui risco de proliferação da dengue. De acordo com o coordenador de Vigilância em Saúde, Elias Pedro Vieira, nos bairros São Domingos e Serra Morena foram identificados quatro pontos críticos de focos com grande quantidade de materiais.

Ele afirma que os responsáveis foram notificados, os materiais foram fotografados para relatório e devem ser retirados no prazo de 15 dias. “Os proprietários que não retirarem seu material serão enquadrados em crime de risco contra a saúde pública e poderão perder seus estabelecimentos”, diz.

“Outro problema são os pacientes mentais que não possuem parentes sóbrios próximos e que juntam em sua residência todo o tipo de material, de um simples papel de bala, frascos, garrafas, latas e todo tipo de matéria que possa conter água. Para agir nestes casos, o Setor de Zoonoses tem que acionar uma assistente social da Unidade de Saúde mais próxima para acompanhar a operação e se responsabilizar pelo paciente”, acrescenta.

Elias ressalta que recentemente foi realizado um mutirão de limpeza em um ponto crítico da Vila São Pedro, onde mora uma família com problemas de alcoolismo e drogas.

“Lá foram retirados três caminhões de toda fonte de entulho e lixo. Enquanto o Setor de Zoonoses faz o trabalho educativo, a fiscalização da Vigilância Ambiental notifica e multa os infratores.”

Com a parceria entre Setor de Zoonoses e Vigilância Ambiental o coordenador espera que os problemas diagnosticados sejam resolvidos definitivamente. “Há anos incomodam a vizinhança, principalmente nos bairros Santo Antônio, São Domingos, Serra Morena e São Pedro.”

Notícias relacionadas