Araxaenses recebem Medalha JK em Diamantina

Araxaenses recebem Medalha JK em Diamantina

Celebrando a memória de um de seus filhos mais ilustres, Diamantina, no Vale do Jequitinhonha, homenageou mais uma vez o ex-presidente da República e ex-governador de Minas Gerais Juscelino Kubitscheck. Na última sexta-feira (12), o governador Alberto Pinto Coelho presidiu a cerimônia de entrega da Medalha JK. Ao todo, 151 personalidades foram agraciadas com a honraria. O presidente do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, desembargador Pedro Carlos Bitencourt Marcondes, foi o orador oficial do evento.

Os araxaenses Emilio Parolini (empresário e presidente da Federaminas) e Lúcia Helena (chefe de gabinete da Prefeitura) foram homenageados com a medalha.

A Medalha JK foi criada pela Lei nº 11.902, de 1995, sendo entregue pela primeira vez em 1996. A cerimônia é realizada anualmente, no dia do aniversário do ex-presidente, nascido em 1902 (há 112 anos). A honraria é dividida nos graus “Grande Medalha” e “Medalha de Honra”. Entre os condecorados estão personalidades e instituições do cenário político, econômico, social e cultural de Minas e do Brasil.

Após a abertura do evento, com as honras militares e a execução do Hino Nacional, o governador Alberto Pinto Coelho e Maristela Kubitschek depositaram flores aos pés do monumento de JK em homenagem ao ex-presidente. Em seguida à entrega das medalhas, foi feito desfile da Guarda de Honra.

“Lá se vão 38 anos sem Juscelino Kubitscheck, o garoto de Diamantina que mudou o Brasil. Seu legado e memória seguem intactos, mais fortes e atuais do que nunca”, ressaltou o governador em seu discurso.

Alberto também destacou a inspiração de JK na escolha dos homenageados. “São personalidades que merecem o nosso aplauso pela distinção de seus atos. Pessoas que trabalham por um Brasil melhor, mais democrático e justo. Cidadãos que se doam ao próximo e ao país por meio de seus gestos. São ativistas da coletividade, são transformadores”.

Notícias relacionadas