Cosprema retoma convênio com farmácia para beneficiar servidores

Cosprema retoma convênio com farmácia para beneficiar servidores

Aos poucos a Cooperativa de Consumo dos Servidores Municipais de Araxá (Cosprema) vem retornando os convênios com estabelecimentos comerciais parceiros do funcionalismo público municipal. O presidente Hely Aires anunciou, nesta semana, que a divida da cooperativa com a farmácia Drogaria Real foi negociada para que os servidores possam ter acesso a medicamentos através do Cartão Cosprema. A decisão atende a reivindicação da categoria, já que a parceria esteve suspensa desde janeiro passado devido a financeira da instituição de consumo. A partir desta sexta-feira (20), os servidores já terão acesso ao benefício.

A Cosprema também está devolvendo os cartões do Vale-Alimentação que estavam retidos na cooperativa pela gestão anterior. “Diversos estabelecimentos comerciais na cidade utilizam dessa ação ilegal há anos para “fidelizar” o servidor. Só agora tivemos conhecimento desse fato e já comunicamos os órgãos competentes para tomar as devidas providências. Nenhum estabelecimento comercial pode reter o cartão de qualquer pessoa, ainda mais com o conhecimento da senha. Isso é crime! É agiotagem branca! Temos que repudiar ações ilegais como essa e denunciar, pois só prejudica o servidor. Existem formas legais de atender as necessidades dos nossos cooperados e já implantamos algumas delas”, destaca Hely.

Segundo ele, o objetivo da nova gestão da Cosprema é fidelizar e fortalecer a participação do servidor com a cooperativa através de ações legais, promoções e sorteios. “Estamos regularizando a situação financeira com os protestos que tínhamos provenientes da gestão anterior e ainda vamos negociar as dividas que ainda temos com alguns parceiros. Já fizemos algumas mudanças importantes, como a implantação de um hortifrutigranjeiro dentro da cooperativa e a volta do açougue. Além disso, estabelecemos a tradicional virada até dezembro próximo, sempre começando dia 20 ou 21 de cada mês. A Cosprema só existe por causa do servidor e queremos todo o funcionalismo público participando e satisfeito com a sua cooperativa”, ressalta o presidente.

Notícias relacionadas

Deixe um comentário: