Minas Gerais tem completo esquema de segurança montado para o carnaval

Minas Gerais tem completo esquema de segurança montado para o carnaval

As forças de segurança do Estado de Minas Gerais estão prontas para a atuação coordenada e articulada no feriado de carnaval. Polícia Militar (PMMG)Corpo de Bombeiros (CBMMG) e Polícia Civil (PCMG) montaram esquemas especiais de segurança, com estratégias que vão desde o aumento do efetivo até a intensificação de blitzen educativas e fiscalização nas ruas e estradas. O foco é assegurar à população mineira um período tranquilo para as tradicionais comemorações.

A Polícia Civil, por exemplo, iniciou sua mobilização no último dia 6 e estenderá a estratégia até o dia 22 de fevereiro. Além do reforço no policiamento em Belo Horizonte e nas cidades do interior, que tradicionalmente atraem turistas no carnaval, a PCMG está promovendo blitzen educativas e fiscalizadoras no trânsito. O objetivo é conter e combater o uso de álcool associado à direção, combinação proibida e que está ligada à ocorrência de acidentes. A equipe de Apoio Aéreo, com dois helicópteros, também estará de sobreaviso para casos emergenciais.

Em seu primeiro carnaval, a Delegacia Virtual também será outra importante aliada neste momento. A ferramenta vai aliviar as demandas presenciais nas unidades e facilitar a vida do cidadão para o registro, via internet, de ocorrências comuns, como casos de perda e extravio de documentos e objetos pessoais e os acidentes de trânsito sem vítimas. Danos simples, como depredações e pichações ao patrimônio público e privado que não sejam provocados com violência, também podem ser registrados pela internet. A Delegacia Virtual pode ser acessada, inclusive, com o uso do celular e tablets, com possibilidade de envio de fotos.

Na página da Delegacia Virtual, o cidadão pode registrar sua ocorrência com o simples preenchimento de formulários, apresentados passo a passo na tela do computador. Depois de incluídas as informações, o registro é direcionado para uma triagem e, em seguida, uma mensagem informa ao usuário o número do Registro de Evento de Defesa Social (REDS). Será possível tanto imprimir a ocorrência, como também acessá-la no site do Sistema Integrado de Defesa Social (SIDS) a partir do número gerado. O endereço é o www.sids.mg.gov.br.

“Direta ou indiretamente, todo o nosso efetivo, com cerca de 10 mil policiais civis, está envolvido. A nossa atuação prevê equipes de pronta-resposta na Região Metropolitana de Belo Horizonte e no interior, com objetivo de somar esforços com a Polícia Militar, para que os foliões e aqueles que estejam à procura de outros programas no feriado possam ter tranquilidade para se divertir e descansar”, afirma o chefe da Polícia Civil, delegado Wanderson Gomes.

Além da capital, receberam reforço as delegacias de 15 cidades: Conceição do Mato Dentro, Ouro Preto, Mariana, Itabirito, Lagoa Santa, Lambari, Abaeté, Pompéu, Grão Mogol, Janaúba, Nova Era, São Domingos do Prata, São João del-Rei, Tiradentes e Diamantina. Para estes municípios foi distribuído um contingente extra de 215 policiais, entre delegados, investigadores e escrivães.

“Estamos com plantões e o trabalho da perícia reforçado para garantir a melhor atuação possível durante o carnaval. O Grupo de Pronta Resposta Investigativa vai garantir a continuidade das investigações,” ressaltou o coordenador operacional da Superintendência de Investigações e Polícia Judiciária da Polícia Civil, delegado Luciano Vidal.

Corpo de Bombeiros

A Operação Carnaval 2015 do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais vai focar em afogamentos e acidentes de trânsito. As ações da corporação, no período de 13 a 18 de fevereiro, serão estendidas para diversas regiões do Estado, com a aplicação de todos os 6,3 mil homens e mulheres do efetivo do CBMMG. Somam-se também os militares da área administrativa e alunos de todos os cursos de Formação da instituição, direcionados para fortalecer as equipes operacionais. Somente na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH), 2,2 mil bombeiros estarão escalados durante o período.

A atividade de Prevenção Contra Acidentes (PCA) será desenvolvida em locais de maior fluxo de pessoas nesta época do ano como cachoeiras, lagoas e rios. Essas medidas reduzem os riscos de afogamentos, assim como os acidentes nos balneários e nas rodovias de acesso à região. Durante o mês de dezembro, todos os militares passaram por capacitação nas áreas de Salvamento Aquático, Mergulho Autônomo e Atendimento Pré-Hospitalar, já se preparando para esta ação coordenada.

As áreas onde vão ocorrer eventos terão intensificadas as vistorias de fiscalização, com o suporte de viaturas de combate a incêndio, viaturas de salvamento, Unidades de Resgate, barcos e dois helicópteros do Batalhão de Operações Aéreas que permanecerão de sobreaviso. Em 2015, a novidade agregada é a utilização, ainda, de militares do recém-criado Batalhão de Emergências Ambientais e Resposta a Desastres (BEMAD), que reúne bombeiros especializados no atendimento a ocorrências mais complexas, como deslizamentos, soterramentos, inundações, buscas e salvamento e ocorrências com Produtos Perigosos (químicos, biológicos, radiológicos, nucleares e explosivos).

Nas principais rodovias estaduais e federais, o Corpo de Bombeiros também estará presente com os chamados “pontos-base”, viaturas posicionadas em locais estratégicos, o que agilizará a chegada ao local da ocorrência, diminuindo o tempo de resposta à população. Todas as ações estarão integradas com os demais órgãos de segurança.

Destaque, ainda, para uma abordagem do CBMMG nas redes sociais, com dicas de prevenção de afogamentos, acidentes automobilísticos e comportamento em locais onde haja grande concentração de pessoas.  De acordo com o capitão Rodrigo Castro, a ideia é usar as redes como forma de atingir um público diversificado e com maior agilidade. “As oportunidades são muitas neste ambiente virtual, principalmente porque podemos levar nossas dicas de prevenção a públicos formadores de opinião em uma escala muito maior do que a alcançada com o material impresso. Além disso, contribuímos para que haja menor utilização de papel e, consequentemente, menos sujeira nas ruas”, alerta.

Polícia Militar

Para um feriado com segurança, a PMMG inicia, a partir de 0h de sexta-feira (13/2), uma série de ações e operações preventivas e ostensivas em todas as modalidades. A proposta do conjunto de medidas, intensificadas até o dia 18 de fevereiro em todo o Estado, é garantir a segurança tanto de quem vai viajar como também daqueles que vão ficar na cidade, além de reduzir os índices de violência.

Todo o efetivo da corporação estará direcionado para a cobertura em todo o Estado, com aproximadamente 43 mil policiais militares. Na capital, mil policiais militares vão reforçar o efetivo do Comando de Policiamento da Capital (CPC). Ao todo, serão seis mil em serviço, com 950 viaturas empenhadas durante o carnaval de Belo Horizonte.

Entre as ações, destaque para o reforço do contingente policial nas ruas, realização de blitzen nas estradas e vias urbanas. Bafômetros (etilômetros) e radares nas estradas estaduais e federais delegadas vão compor as abordagens, assim como câmeras de videomonitoramento e o radiopatrulhamento motorizado vão acompanhar os bailes e foliões nas ruas, praças e demais logradouros, incluindo as cidades históricas e destinos tradicionais. A intenção é prevenir crimes contra o patrimônio, porte ilegal de armas e arrombamentos a residências e estabelecimentos comerciais.

De acordo com o comandante da 1ª Região de Polícia Militar, Cel. Cícero Leonardo da Cunha, as ações da corporação estarão norteadas na visibilidade, para garantir referência, segurança e sensação de segurança ao cidadão de bem. “Vamos nos localizar em pontos estratégicos, principalmente nas áreas de aglomeração, garantindo presença policial.”

Ações educativas e de sensibilização das pessoas quanto à autoproteção também ocorrem em todo o Estado, com recomendações para que os foliões não pratiquem excessos (em especial de bebida alcoólica) e mantenham a tranquilidade para evitar brigas, acidentes e incidentes. As orientações serão espalhadas em cartazes pela cidade e distribuídas por meio de redes sociais, como Facebook e WhatsApp.

Monitoramento diferenciado

O Centro Integrado de Comando e Controle (CICC) está funcionando em regime especial para monitorar as ações de segurança e vias com maior aglomeração de pessoas no carnaval. São 20 instituições trabalhando em conjunto, com recursos e tecnologias semelhantes aos que foram utilizados pelo sistema de Defesa Social nos jogos da Copa do Mundo.

Ao todo, 1.300 câmeras e um imageador aéreo vão compor o monitoramento das principais vias de Belo Horizonte e entorno, rodovias estaduais e federais, aeroportos, estações do metrô e pontos onde é aguardada a presença de um número maior de pessoas. A operação, iniciada nesta quinta-feira (12/2), segue até às 23h da quarta-feira (18/2).

Notícias relacionadas