Polícia Civil faz acareação e interrogatórios com suspeitos da Operação Oxigênio

Polícia Civil faz acareação e interrogatórios com suspeitos da Operação Oxigênio

A Policia Civil (PC) realiza na tarde desta quinta-feira, 13, uma acareação entre cinco suspeitos do caso de desvio de dinheiro da Santa Casa de Misericórdia de Araxá.  O presidente da Câmara Municipal, Miguel Júnior; o provedor Kleber Valeriano; o tesoureiro Antônio Nogueira, o ex-diretor, Adair Silva; e o ex-secretário municipal de Saúde, Adalberto Pedrosa, terão os seus depoimentos confrontados. A acareação teve inicio às 15h e serão realizadas pelos delegados Cristiano Dib e Cezar Felipe Colombari e os promotores de justiça, Marcus Paulo Queiroz Macedo, Mara Lucia Silva Dourado e Fábio Varela.

 

O interrogatório dos vereadores presos na Operação Oxigênio  teve duração de quase 5 horas. O primeiro a depor foi o vereador José Gaspar Ferreira de Castro – Pezão – (PMDB). Em sequência, o vereador Sargento Amilton (PT do B). O último a ser interrogado foi o presidente, Miguel Junior. Há indícios de que R$ 262 mil foram desviados de um repasse de R$ 1,2 milhão feito pelo Executivo  em junho passado.

O juiz da Vara Criminal de Araxá, Renato Zupo, esteve presente na sede da Delegacia Regional de Policia Civil na manhã desta hoje. O juiz, que já determinou o pedido de afastamento dos vereadores presos dos cargos eletivos até o final das investigações, disse a imprensa que estava no local para que sejam respeitadas as garantias do processo e dos envolvidos.

Notícias relacionadas