Super banner
Super banner

Araxaense é uma das vencedoras do Prêmio Sebrae Mulher de Negócios

Araxaense é uma das vencedoras do Prêmio Sebrae Mulher de Negócios

Mara

As empresárias Ana Luiza Anacleto dos Santos de Belo Horizonte, Mara Miranda, de Araxá, e Regina Célia Koltunik França, de Patos de Minas venceram a etapa estadual do Prêmio Sebrae Mulher de Negócios. Elas foram os destaques nas categorias Pequenos Negócios, Microempreendedora Individual e Produtora Rural, respectivamente. As empreendedoras representarão Minas Gerais na etapa nacional da premiação, que será realizada no dia 8 de março de 2015, em Brasília.

As três empresárias concorreram com outras 721inscritas na premiação em todo o estado. As vencedoras da etapa estadual receberam troféu, certificado, selo da premiação e participarão de um curso de gestão. Elas ainda irão disputar a etapa nacional e concorrerão a uma viagem internacional.

O Prêmio Sebrae Mulher de Negócios é uma iniciativa do Sebrae, em parceria com a Fundação Nacional da Qualidade (FNQ). Há 10 anos, a premiação reconhece mulheres à frente de micro e pequenas empresas que transformaram sonhos em negócios de sucesso, inspirando outras mulheres a se tornarem empreendedoras.

Histórias de sucesso

Na categoria Pequenos Negócios, empresárias que comandam empreendimentos que faturam até R$ 3,6 milhões por ano, a vencedora foi Ana Luiza Anacleto dos Santos, da empresa Ana Luiz Noivas, de Belo Horizonte. A empresária deixou o ramo da eletrônica, no qual fazia manutenção de caixas eletrônicos, para investir no mercado de casamentos. De acordo do Ana Luiza, a decisão de mudar o rumo dos negócios aconteceu durante a organização do seu próprio casamento. “Percebi um mercado promissor e que ainda tinha muito a ser explorado”, conta a empreendedora.

A partir daí, Ana Luiza começou a traçar um novo caminho prestando serviços de decoração e Dia da Noiva. O negócio foi crescendo e a empreendedora resolveu ampliar ainda mais o negócio. Há dois anos, ela promove e organiza uma das maiores feiras do estado, direcionada às noivas, debutantes e festas infantis. Além disso, Ana Luiza faz organização de eventos empresariais.

Para ela, o sucesso nos negócios se deve ao investimento em capacitação e a busca constante por diferenciais. “Fiz uma pesquisa em outras empresas e descobri que há falhas na organização, divulgação e principalmente, muitos delas não trazem novidade para o cliente”, explica.

De acordo com Ana Luiza, no início enfrentou preconceito por ser mulher, mas nada que o trabalho e muita persistência não resolvessem. “Era difícil já que era um mercado comandado por homens, mas hoje eles já reconheceram o nosso potencial”, comenta a empresária.

Já na categoria Microempreendedora Individual, a vitória foi de Mara Miranda, da Mara Miranda Esteticista. Mara largou o emprego administrativo na empresa do ex-marido para ser dona do seu próprio negócio. Tudo começou em Sete Lagoas, em 2004, onde abriu sua primeira clínica de estética. Em 2008, resolveu se mudar para a capital, onde passou um ano trabalhando em salões de beleza, até que em 2010, conseguiu abrir seu próprio estabelecimento.

Porém, em 2011, devido a um problema de saúde de sua irmã, foi para Araxá. Mãe de quatro filhos, Mara deu início a uma nova etapa na sua vida. Formalizou-se como microempreendedora individual (MEI) e montou, em um anexo de sua casa, a clínica de estética onde oferece serviços como a reabilitação cirúrgica, eletroterapia aplicada a estética e estética fácil. “Como MEI consegui uma linha de financiamento, o que facilitou a compra de vários equipamentos de ponta. Tenho o que há de melhor no mercado”, explica.

No final de 2014, Mara se forma em Gestão de Recursos Humanos e tem planos de fazer uma pós-graduação em Estética. Com uma agenda com mais de 150 clientes e os atendimentos aumentando a cada dia, a previsão é que até o final de 2015, Mara aumente a faixa de faturamento e passe a ser microempresária. “Quero ampliar meu espaço, comprar mais equipamentos e contratar mais pessoas. Tenho tudo planejado, o que ganho, o que gasto e o que posso investir. Quero ir longe”, diz a empreendedora.

Outra vencedora nos negócios é Regina Célia Koltunik França, da Viveiro Nativo. A assistente social já foi proprietária de uma creche, corretora de imóveis e dona de um restaurante. Em 2011, começou a trabalhar com o marido em uma fazenda em Patos de Minas. Ao construírem uma represa, encontraram dificuldade para obter mudas nativas que seriam plantadas na margem da represa. Foi assim que a empreendedora começou a criar mudas de forma caseira em um viveiro da própria fazenda. “No início atendia amigos e vizinhos, depois aumentei a produção e fui ao viveiro de mudas nativas do IEF- Instituto Estadual de Florestas, onde recebi incentivo para continuar a produção”, diz.

No período de 2009 a 2010, foram produzidas 80 mil mudas. De 2012 a 2013 esse número quadruplicou e as vendas chegaram a R$ 450 mil. Outro ponto positivo foi a redução de 28% para 20% nas perdas das mudas com doenças e pragas, utilizando técnicas corretas de manejo.

Com o mercado em ascensão, desde 2011, a empresa de Regina passou a prestar um novo tipo de serviço: o plantio e a recuperação ambiental de áreas degradadas. “Percebi que muitos clientes, como usinas elétricas, estações de tratamento de água, prefeituras e empreiteiras precisavam das mudas e de mão de obra para fazer o plantio. Foi assim que ampliamos nosso atendimento”, conta.

Para o próximo ano, a empresa de Regina terá muito trabalho após ter ganhado uma licitação e assinado vários contratos para recuperação de áreas em Juiz de Fora, Unaí e no Rio de Janeiro. “Agora a empresa começa uma nova etapa com a criação de uma divisão exclusiva para arborização de cidade, que é uma forte tendência nas próximas administrações”, afirma.

Vencedoras da Etapa Estadual do Prêmio Sebrae Mulher de Negócios:

Ana Luiza Anacleto dos Santos

Empresa: Ana Luiza Noivas

Categoria: Pequenos Negócios

Cidade: Belo Horizonte

Mara Alves de Miranda

Empresa: Mara Miranda Esteticista

Categoria: Microempreendedora Individual

Cidade: Araxá

Regina Célia Koltunik França

Empresa: Viveiro Nativo

Categoria: Produtora Rural

Cidade: Patos de Minas

 

Assessoria de Imprensa do Sebrae Minas

Notícias relacionadas