Super banner

Atenção Primária em Saúde realiza mais de 96 mil atendimentos em 2022

Atenção Primária em Saúde realiza mais de 96 mil atendimentos em 2022

Considerada a porta de entrada para o Sistema Único de Saúde (SUS), a Atenção Primária da Prefeitura de Araxá realizou mais de 96 mil atendimentos em 2022. Composta por 23 equipes de Estratégia de Saúde da Família (ESFs), cinco Unidades de Saúde da Família (USFs) e o projeto Conexão Rural, o setor desenvolve ações e presta atendimentos voltados à promoção e prevenção à saúde, além do diagnóstico precoce e tratamento oportuno de eventuais doenças.

Todo o funcionamento, atividades e ações desenvolvidas contemplam o público em geral, independentemente da idade. O objetivo é prevenir o cidadão em relação ao surgimento de situações que podem se tornar agravantes pela falta de procura por atendimento básico de saúde.

Consultas em todos os ciclos de vida, desde a infância até a velhice, envolvendo atendimentos de pré-natal, grupos de gestantes, puericultura (acompanhamento do crescimento e desenvolvimento da criança), visitas domiciliares, procedimentos básicos como aferição de pressão arterial, glicemia, curativos e administração de medicamentos, além da vacinação e orientação nutricional, são apenas alguns dos serviços oferecidos para a população araxaense.

A estrutura de atendimento conta com agentes comunitários de Saúde (ACSs), técnicos de Enfermagem, enfermeiros, gerente de Atenção Básica e médicos. As ESFs contam ainda com equipe de Saúde Bucal e nutricionistas em alguns dos postos.

A coordenadora das ESFs, Natália Lima, ressalta que devido a rotina exaustiva e os horários de trabalho, a população vai deixando o cuidado com a saúde em segundo plano. E é papel dos profissionais da Atenção Primária mudar este hábito da comunidade.

“É extremamente importante que as famílias recebam as equipes das ESFs em seu domicílio, seja para visitas rotineiras ou atualização / novo cadastro, e aproveitem para saber qual é a unidade de referência de seus familiares. Através desse trabalho prestado pelas equipes é que os investimentos em saúde e desenvolvimento de políticas públicas podem se tornar realidades”, explica.

Natália destaca ainda que a Atenção Primária não é um serviço voltado para urgência e emergência, mas sim um acompanhamento contínuo voltado para promoção de saúde que pode mudar a vida do cidadão e da sua família.

“As ESFs são a porta de entrada para o Sistema Único de Saúde (SUS). Um trabalho abrangente, bem estruturado e que realizado por meio de parceria entre cidadão e profissionais se torna peça fundamental para que exista qualidade de vida e saúde digna nos lares da população araxense”, reforça a coordenadora.

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *