Super banner
Super banner

Câmara debate situação dos idosos atendidos pelo Lar Ebenézer

Câmara debate situação dos idosos atendidos pelo Lar Ebenézer

Fórum Comunitário - Lar Ebenézer - Foto: Jorge Mourão 

Da Redação/Jorge Mourão – A situação dos atuais 36 idosos assistidos pelo Lar Ebenézer foi tema no Fórum Comunitário da Câmara Municipal de Araxá desta segunda-feira (29), promovido no plenário da Casa da Cidadania. A estrutura física da atual sede da entidade, situada na rua Santa Juliana, Vila Jardim, não atende às normas da Vigilância Sanitária e da Lei de Acessibilidade.

Além dos vereadores, participaram os representantes da entidade, do Ministério Público, do Conselho Municipal do Idoso, da Prefeitura de Araxá e do Grupo Polo Empreendimentos que elaborou voluntariamente um projeto de uma nova sede com mais de 1 mil m², além de oferecer mão de obra e administração da construção em terreno doado pelo Executivo ao Lar Ebenézer.

A casa atualmente abriga idosos com câncer, hipertensão, dependentes químicos, deficientes físicos, problemas neurológicos e sequelas de AVC. Além da nova sede, o lar necessita de mais profissionais especializados e cobertura de dívidas com água e luz que já somam mais de R$ 5 mil – a subvenção de nove parcelas de R$ 1,5 mil assinada com a prefeitura este ano não é suficiente. A expectativa agora é firmar parceria público-privada para que a nova sede da entidade com 12 leitos que abrigariam 48 internos, orçada em R$ 1,3 milhão, seja construída.

“O fórum veio no momento certo para a instituição, onde colocamos todas as nossas necessidades que estamos enfrentando frente às adequações, além da prioridade que é o idoso. Hoje contamos com 22 funcionários e precisamos ainda de um médico e mais profissionais da área de enfermagem, terapia ocupacional e um guarda noturno para atendermos às exigências da Vigilância Sanitária”, afirma a diretora do Lar Ebenézer, Marizete Aparecida Augusto.

A secretária municipal de Saúde, Patrícia Auxiliadora da Silva, destacou durante o evento que a prefeitura disponibiliza à entidade o Programa de Internação Domiciliar (PID) para acolher os pacientes com nutricionistas, médicos, fisioterapeutas e auxiliares de enfermagem, além de medicamentos.

Para a promotora de Justiça curadora do Idoso, Mara Lúcia Silva Dourado, a expectativa é que a solução para a entidade aconteça rapidamente. “A promotoria já realizou reuniões com o Conselho Municipal do Idoso e com a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Humano colocando uma necessidade para a solução do problema, e urgente.

O vereador-presidente Carlos Roberto Rosa (PP) avalia que o Fórum Comunitário foi muito positivo. “Realmente há essa grande necessidade de se construir um novo prédio para o Lar Ebenézer para o idoso de Araxá, principalmente o que não tem condição nenhuma, É um dever do município de ter essa participação, eu tenho certeza que ele vai ajudar, e a Câmara está à disposição para resolver essa questão. São pessoas que realmente precisam dessa assistência”, destaca.

O vereador Márcio de Paula (PR) e líder do governo na Casa, autor do requerimento que promoveu a audiência, se diz confiante. “A solução agora é possível de acontecer, tivemos o cuidado de convidar todos aqueles que possam contribuir, foi um fórum bastante enxuto, achamos que o balanço foi positivo e acreditamos que a construção da nova sede possa acontecer o mais breve possível. Quando se trata de um projeto social realmente é diferente e o novo Lar Ebenézer vai dar um sentido diferente”, ressalta.

Notícias relacionadas