‘Cine Sesc’ aborda violências cotidianas

‘Cine Sesc’ aborda violências cotidianas

A primeira temporada do Cine Sesc em 2017 convida o público a pensar, por meio de quatro filmes, sobre violências cotidianas que não estão explícitas, não ganham destaque na grande mídia e, por vezes, passam despercebidas.

Entre os destaques estão O lobo atrás da porta, filme brasileiro dirigido por Fernando Coimbra, que sintetiza o ciclo em sua narrativa obscura e revela uma série de agressões, sejam elas físicas ou psicológicas, principalmente contra a mulher, assunto muito debatido no ciclo anterior.

Outro destaque é Serpico, um clássico de 1973 com Al Pacino, dirigido por Sidney Lumet, que traz a discussão da corrupção policial sob outra perspectiva. É um assunto que merece atenção e está presente nesta seleção, com o objetivo de gerar bons debates para a reflexão sobre questões importantes.

As sessões serão até 1º de abril. No interior do estado, o circuito Cine Sesc ocorre, simultaneamente, em 16 unidades. São elas: Sesc Almenara, Araxá, Bom Despacho, Governador Valadares, Januária, Juiz de Fora, Lavras, Montes Claros, Muriaé, Paracatu, Patos de Minas, Poços de Caldas, Pouso Alegre, Santos Dumont, Uberaba e Uberlândia. Todas as exibições são gratuitas.

SOBRE O CINE SESC

O Cine Sesc é uma iniciativa que promove a circulação, difusão e o acesso a produções cinematográficas nacionais e internacionais. Realizado em espaços de cinema não convencionais, o projeto é um dos maiores circuitos de exibição de filmes no país. As obras são apresentadas nas salas de audiovisual das unidades do Sesc, incentivando a fruição e o bate-papo em torno do cinema brasileiro e internacional, comercial ou independente, em um eixo educativo, artístico e cultural. Nessa perspectiva, o projeto propõe um recorte temático, com filmes que abordam assuntos sociais relevantes.

SERVIÇO

Cine Sesc, com a temática ‘violência oculta’

Data: até 24/12

Horários: Conforme programação
Locais: Conforme programação

Entrada gratuita
Informações sobre o evento (público): (31) 3270-8100

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *