Concurso escolhe projeto para a nova lanchonete do Uniaraxá

Concurso escolhe projeto para a nova lanchonete do Uniaraxá

A Fundação Cultural de Araxá (FCA) e o Escritório Modelo de Arquitetura e Urbanismo do Centro Universitário do Planalto de Araxá (Uniaraxá) promoveram, via edital, um concurso para a escolha do melhor projeto para a nova lanchonete do campus universitário.

Os estudantes Antônio Oliveira Menezes e Laura de Souza Jorge, do 2º e 4º períodos de Arquitetura e Urbanismo, respectivamente, são os autores do projeto escolhido.

“Cursar o 2º período de Arquitetura e conquistar esse prêmio é muito gratificante. Além da experiência de colocar em prática os conhecimentos adquiridos, juntamente com minha parceira Laura, senti o gostinho da profissão, o que é ser um arquitetura”, diz Antônio.

O concurso contou com a participação de acadêmicos dos mais variados períodos de Arquitetura e Urbanismo. Para a escolha do melhor projeto, foi convocada uma banca julgadora. Após a análise de cinco projetos inscritos, cada componente da banca, composta por representantes da FCA e do Uniaraxá, fez a avaliação de cada trabalho, de forma independente.

De acordo com o professor e coordenador do curso de Arquitetura e Urbanismo, Ricardo Batista, pela somatória da pontuação obtida, chegou-se ao projeto vencedor, que receberá um prêmio de R$ 4 mil.

“Fiquei surpreso com a qualidade do projeto vencedor. Ele obteve a melhor avaliação nos principais quesitos viabilidade executiva, solução arquitetônica sustentável, estética, estrutura, acessibilidade plena e paisagismo externo. O resultado é um projeto bem estruturado e harmonioso”, conta Ricardo.

Agora, o projeto vencedor será encaminhado à FCA para andamento do processo executivo. Para a aluna Laura, o desenvolvimento do trabalho teve um significado especial.

“Recebi o desafio de participar do concurso como um presente. Buscamos entregar um projeto que atendesse às exigências funcionais com um desenho moderno, agradável e colorido, capaz de ativar experiências cognitivas, a partir de vivências sensoriais do ambiente renovado”, conta Laura.

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *