Super banner
Super banner

Crea-MG passa a oferecer serviços 100% digitais

Crea-MG passa a oferecer serviços 100% digitais

A oferta de serviços do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Minas Gerais (Crea-MG) passará a ser 100% digital a partir do dia 4 de janeiro de 2021. 

Atividades como registro profissional, Anotação de Responsabilidade Técnica (ART), bem como a solicitação da Certidão de Acervo Técnico (CAT) poderão ser feitas online. Essa será uma grande mudança trazida pela implantação de um novo sistema de serviços, o Sistema de Informações Técnicas Administrativas (Sitac/Versão MG).

E, apesar de profissionais, empresas e sociedade poderem resolver tudo virtualmente, a Inspetoria de Araxá estará mantida. O que muda é a dinâmica do atendimento, que está sendo reestruturada para se adequar ao novo patamar de prestação de serviços.

“Ponte Digital é o nome do projeto do Crea-MG que une tecnologia e pessoas em um movimento para tornar o conselho mais ágil, eficiente e conectado com o futuro. Já oferecíamos alguns serviços de forma digital, como a denúncia para a fiscalização, mas, outros serviços eram acessíveis somente em canal presencial”, afirma o presidente do Crea-MG, engenheiro civil Lucio Borges.

Segundo ele, a mudança significa maior transparência, agilidade e flexibilidade, com menor tempo de espera e necessidade de menos deslocamentos para os profissionais e cidadãos.

Essa transformação digital, iniciada em setembro de 2018, vai representar uma economia inicial de R$600 mil por ano aos cofres do conselho.

“Teremos a redução em contratos de licença de uso de aplicações e infraestrutura existentes, já descontando o investimento com a nova solução. Ainda teremos um ganho, não considerado nesse total, que refere-se à redução substancial do volume de impressões”, detalha o gerente do Departamento de Planejamento, Gestão e Tecnologia, engenheiro mecânico Cesar Paiva.

Ele explica ainda que a decisão pelo digital se deu após um diagnóstico realizado no Crea-MG e a percepção da necessidade da simplificação e modernização de processos pelo uso da tecnologia.

“A partir daí, o desafio foi encontrar uma solução que garantisse a continuidade operacional e promovesse a melhoraria da qualidade de nossos serviços, além de compreender como estávamos estruturados para atender a requisitos de segurança da informação, infraestrutura, documentação e sanidade de nossos sistemas.”

 Foram trabalhados cerca de 40 bilhões de dados, que foram analisados, saneados e transferidos para o Sitac/Versão MG por uma equipe de 20 pessoas diretamente envolvidas. No entanto, o projeto envolve todo o quadro funcional do Crea-MG.

“Vamos transformar a nossa cultura, a forma de prestarmos os serviços, de atendermos e de nos relacionarmos com os profissionais, as empresas e a sociedade. Por isso mesmo, o projeto teve a participação de todos por meio dos treinamentos, em que foi possível também perceber lacunas a serem desenvolvidas e consideradas nas fases seguintes”, detalha Cesar.

Essa solução já foi adotada em 14 Creas, mas é a primeira vez que uma regional com tantos profissionais e empresas registrados quanto o de Minas Gerais vai implantá-la.

O Sitac/Versão MG também será disponibilizado via aplicativo que, além de possibilitar acesso aos serviços, viabilizará consultas de profissionais e empresas, registro de denúncias, entre outras funcionalidades.

Restrição

Em função da transição de sistema, a partir do dia 18 de dezembro de 2020, alguns serviços do Crea-MG estarão indisponíveis. Será possível, por exemplo, registrar uma ART, mas não será possível alterá-la. Já entre os dias 28 de dezembro até o dia 3 de janeiro de 2021 todos os serviços serão suspensos para garantir que os dados sejam migrados corretamente para o novo sistema de informações.

Portanto, o profissional que precisar de algum documento nesse período deverá se planejar para solicitá-lo até o dia 18 de dezembro ou após o dia 4 de janeiro do ano que vem.

Notícias relacionadas

Inscreva-se
Me avise:
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Mostrar todos os comentários
0
Deixe seu comentário para essa notícia!x