Em Minas: Lei obriga uso de máscaras de proteção por profissionais de atendimento ao público

Em Minas: Lei obriga uso de máscaras de proteção por profissionais de atendimento ao público

O governador Romeu Zema sancionou, na sexta-feira (17), o projeto de lei que torna obrigatória a utilização de máscaras de proteção no Estado.

O texto, aprovado pela Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), prevê que a medida seja cumprida por profissionais que prestam atendimento ao público em órgãos e entidades públicos, nos sistemas penitenciário e socioeducativo, nos estabelecimentos comerciais, industriais, bancários, rodoviários e metroviários, nas instituições de acolhimento de idosos, nas lotéricas e nos serviços de transporte público e privado de passageiros de competência estadual.

Todos os órgãos, entidades e estabelecimentos contemplados pelo projeto de lei deverão fornecer as máscaras e os demais itens de prevenção e proteção gratuitamente aos seus funcionários. Também deverão ser disponibilizados nesses ambientes outros recursos necessários para a prevenção da pandemia causada pelo coronavírus, enquanto perdurar em Minas Gerais o estado de calamidade pública causado pela doença.

“É uma medida de prevenção muito acertada, que vai contribuir para o combate da pandemia do coronavírus. Até o momento, Minas Gerais está combatendo muito bem esse inimigo. A nossa curva está cada vez menos inclinada, o que demonstra o comprometimento do povo mineiro com a causa. Eu tenho certeza que muitas pessoas estão privadas daquilo que gostariam de fazer, mas o pior está ficando para trás e dias melhores virão. Minas tem feito um trabalho exemplar”, afirmou Zema, em transmissão ao vivo pelas redes sociais.

A sanção aconteceu durante a coletiva de imprensa para atualização dos dados sobre a pandemia do coronavírus em Minas Gerais, realizada diariamente com a presença do secretário de Estado de Saúde, Carlos Eduardo Amaral. Na sexta-feira, o chefe da pasta ressaltou a importância de seguir as medidas de proteção, para conter a disseminação do vírus.

“É preciso respeitar os cuidados recomendados, como lavar as mãos e usar máscaras de proteção. Precisamos lembrar que, em Minas Gerais, já estamos em condição de contágio comunitário, com o vírus circulando. Pedimos que as pessoas sigam as determinações, pois estamos fazendo o melhor com o conhecimento que temos e dentro do há na literatura”, explicou o secretário.

Fonte: Agência Minas

Notícias relacionadas

Inscreva-se
Me avise:
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Mostrar todos os comentários
0
Deixe seu comentário para essa notícia!x