Super banner
Super banner

ExpoAraxá 2012 quebra recordes

ExpoAraxá 2012 quebra recordes

ExpoAraxá 2012

Da Redação/Via Ascom – Depois de quase um mês de competições, eventos e muito trabalho, a Associação dos Ruralistas do Alto Paranaíba (Arap) terminou, na noite deste domingo (22), a 38ª edição da Exposição Agropecuária de Araxá, que aconteceu de 9 a 22 de abril. Uma festa marcada por surpresas e muitas inovações propostas pela nova diretoria da Arap. Recordes foram quebrados, segundo o vice-presidente Emílio Carlos Pereira Valle.

“Primeiro agradecemos a Deus por esta festa ter acontecido com toda essa dimensão que a diretoria da Arap proporcionou ao público. O resultado é positivo. É uma festa iluminada por Deus e temos que agradecer a esse povo todo que prestigiou a 38ª ExpoAraxá”, diz.

“Na primeira etapa tivemos sete leilões praticamos aqui dentro, onde passaram 4,5 mil cabeças de gado. Nossa movimentação em leilões foi de R$ 4 milhões, é um recorde que foi batido. Já planejamos para que no ano que vem a gente possa fazer nove, dez ou até doze leilões, que é nosso carro-chefe de arrecadações e promoções aos nossos expositores e vendedores”, destaca.

Na primeira exposição da raça Gir Leiteiro outro recorde batido na ExpoAraxá 2012, com uma vaca de uma fazenda do município de Cocalzinho (GO), que venceu o torneio leiteiro e agora detém o recorde mundial de produção. Na segunda etapa da festa, com os shows e rodeio, o público pôde desfrutar de uma estrutura de camarotes e arquibancadas inovadora, toda coberta e muito mais segura.

Na arena e palco, um espetáculo a parte, de se encher os olhos. “Não tivemos acidente com nenhum peão e demos uma premiação de R$ 20 mil. Tivemos a felicidade de ter na final do rodeio o locutor Gleydson Rodrigues, uma boiada pesada e profissionais experientes. Fomos muito elogiados e o comentarista falou que Araxá, se continuar assim, entra para o calendário nacional de rodeios. A média de público foi muito boa e ficamos satisfeitos com a repercussão da festa”, ressalta Emílio.

Segurança

A segurança pública também um foi um ponto de preocupação da Arap, que instalou câmeras de monitoramente no Parque de Exposições Agenor Lemos. E através de uma parceria com a Polícia Militar da cidade, o trabalho foi muito bem avaliado. De acordo com Ademir Vicente Fagundes, capitão da PM, apenas ocorrências leves relacionadas ao evento foram registradas e o sistema de filmagem inibiu os problemas.

“Não tivemos ocorrências de natureza grave no parque, nenhum crime violento, de grande potencial ofensivo. Com certeza o investimento da Arap já ajudou muito e deu conforto à comunidade e foi um fator inibidor, porque com a presença das câmeras fica improvável a questão do anonimato”, diz o capitão.

Na média/dia foram cerca de seis registros, um número pequeno. Os casos foram de pequenos furtos, alguns desentendimentos, extravios de documentos e de objetos como celulares e carteiras.

Notícias relacionadas