Super banner
Super banner

Falso funcionário federal aplica golpe em estabelecimento comercial

Falso funcionário federal aplica golpe em estabelecimento comercial

Nesta quinta-feira (19), por volta das 12h, a Polícia Militar (PM) compareceu à rua Terêncio Pereira, Vila Andrea, onde foi feito contato com a vítima M.C.F.S., 34 anos, que é funcionária de um estabelecimento onde aconteceu um estelionato.

Segundo ela, estava trabalhando quando dois indivíduos chegaram. Um deles ficou dentro do carro e o outro se apresentou como funcionário federal e exigiu dela placas de “Proibido Fumar; “Código de Defesa do Consumidor” e “Ministério da Fazenda”.

Como o estabelecimento não possuía as placas o autor exigiu que ela as adquirisse naquele momento para não ser multada, onde chegou a cobrar dela a quantia de R$150 pelas referidas placas, tendo ela repassado o dinheiro e recebido do homem um formulário-pedido e um xerox do Código de Defesa do Consumidor.

Após receber, ele entrou no carro e tomou rumo ignorado. Desconfiada, a funcionária ligou para a Polícia Militar e somente então percebeu que se tratava de um golpe.

São Geraldo

Furto de roupas

Nesta quinta-feira (19), por volta das 19h, a PM compareceu à rua Bahia, bairro São Geraldo, onde, segundo versão das vítimas, saíram pela manhã para ir trabalhar e ao retornarem para casa à tarde observaram que uma pessoa não identificada havia quebrado um vidro da porta de entrada e furtado diversos objetos.

Na casa residem vários homens, sendo que da vítima G.D.S., 52, foi furtado um aparelho DvD, uma calça jeans e um perfume; da vítima J.N.A., 33, foi furtado duas calças jeans e uma jaqueta jeans; da vítima E.L.S., 39, foi furtado duas calças jeans e três cintos; da vítima L.F.S., 21, foi furtado uma mala contendo quatro calças jeans, duas camisas e quatro bermudas; e da vítima L.B.C., 31, um par de tênis e uma mala contendo duas calças, uma jaqueta, quatro bermudas, uma camiseta e seis certificados de cursos.

O autor evadiu tomando rumo ignorado. As vítimas não têm suspeitos do crime.

José Ferreira Guimarães

Vìtima desconfia de furto temporário de carro

Nesta quinta-feira (19), por volta das 10h, a PM compareceu à rua Odilon de Brito, bairro José Ferreira Guimarães, onde a vítima R.T.A., 51, relatou que estacionou seu veículo em frente à entrada da garagem de sua residência na noite de ontem (19) e pela manhã de hoje (20) observou que o carro estava estacionado um pouco acima de onde ele havia parado.

Ao verificar no interior do veículo, constatou que havia sido furtado uma cadeirinha de bebê e no porta-malas uma furadeira industrial e uma pasta contendo ferramentas.

Não houve sinal de arrombamento no veículo. Ele acredita que o autor tenha usado uma chave micha, utilizaram o veículo por algum tempo e depois o estacionaram no mesmo local.

Notícias relacionadas