Super banner
Super banner

Juninho critica veto do Executivo à indicação pelos vereadores de recursos para entidades

Juninho critica veto do Executivo à indicação pelos vereadores de recursos para entidades

Juninho da farmácia

Primeiro orador do dia, o vereador Juninho da Farmácia (DEM) abriu pronunciamento fazendo agradecimento ao vereador Pastor Moacir Santos (PDT) pela retirada do Projeto de Lei 161/2013 que modifica Artigo 12 da Lei 5.612/2013, que dispõe sobre a criação da Assessoria de Trânsito e Transportes (Asttran) e da Junta Administrativa de Recursos de Infração (Jari), alterando para somente após 30 dias da implementação da fiscalização do trânsito pela Asttran passam a ter eficácia suas autuações, sendo que neste período a Asttran deverá fazer um trabalho educativo no trânsito do Município.

Juninho defendeu que deve haver estudo mais minucioso para que as questões de multa de trânsito sejam executadas pela Secretaria de Segurança Pública, além de defender período maior para período educativo antes de efetivamente passar a cobrar as multas.

Outro assunto abordado pelo vereador foi o veto do Executivo referente a artigo do Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias que subtrai a indicação de entidades por parte de vereadores encaminhando recursos para entidades assistenciais da cidade, defendendo que tal iniciativa dá mais transparência para contemplação dessas entidades e as mesmas não deixariam de firmar seus convênios junto ao Executivo como ocorreu em anos anteriores, quando muitas passaram por dificuldades.

Juninho apresentou ainda Projeto de Lei que dispõe sobre a obrigatoriedade de reserva de mesas e cadeiras para pessoas com necessidades especiais e mobilidade reduzida em eventos públicos.

Outro projeto apresentado dispõe sobre denominação de via pública – rua Chico Bruno, a atual rua D do loteamento residencial Portal do Camburi.

Requerimentos apresentados pelo vereador

– Desenvolvimento Urbano – Serviços de tapa-buracos nos bairros João Ribeiro e Santa Luzia.

– Desenvolvimento Urbano – Reposição de bancos quebrados na praça da rua do Ouro.

– Segurança Pública – Melhor adequação ao trevo no final da rua Rio Branco (Atual foi mal planejado, deixando indevido os dois acessos como também a visibilidade).

– Segurança Pública – Implantação de mão em sentido único nas ruas que dão acesso à avenida João Paulo II.

Notícias relacionadas