Ocorrências: PM alerta a população sobre golpes ocorridos em Araxá

Ocorrências: PM alerta a população sobre golpes ocorridos em Araxá

Na sexta-feira (5), por volta das 13h, a Polícia Militar (PM) foi acionada por uma vítima relatando que após postar um anúncio no site de vendas “OLX” recebeu uma ligação telefônica em seu aparelho celular, oriunda do DDD 011 (São Paulo).

Durante a ligação, um homem dizia que ligava por parte do site “OLX” e pedia que ele confirmasse um código que havia sido enviado via SMS para seu telefone celular. Após informar o código ao homem, a vítima percebeu que seu aplicativo WhatsApp havia parado de funcionar.

Logo em seguida, sua esposa recebeu ligações e mensagens de pessoas próximas dizendo que a vítima pedia, através do WhatsApp, que eles fizessem depósitos e pagassem boletos em seu nome, prometendo que no dia seguinte os pagaria.

Neste momento, a vítima percebeu que o código que repassou via telefone possibilitou que o autor clonasse seu aplicativo WhatsApp e tivesse acesso aos seus contatos. Imediatamente, a vítima entrou em contato com a operadora de celular para demais providências.

Por volta das 15h, uma vítima de 67 anos acionou a PM para relatar que foi vítima de estelionato. O fato ocorreu na data 04/05/2020, quando a vítima recebeu uma suposta ligação da Caixa Econômica Federal. Desconfiada, a vítima ligou para o telefone que estava no cartão e explicou a situação.

A atendente disse que realmente a primeira ligação teria sido uma tentativa de fraude, mas que iria transferir para o canal de atendimento do banco. Ao ser transferida a ligação, foi solicitada a senha do cartão da vítima e relatado que o seu cartão teria sido usado para compras online, sendo que um funcionário iria até sua residência recolher o cartão. Como a vítima confiou no número de telefone que havia ligado, entregou o cartão para um rapaz de 1,90 m de altura, moreno claro, 30 anos aproximadamente, cabelo preto cortado, com barba, que havia ido até sua residência em uma moto preta.

Após o fato, a vítima constatou que havia caído em um golpe e que haviam sido efetuados saques variados em sua conta bancária.

Por volta das 15h, uma vítima de 49 anos acionou a PM relatando que recebeu uma ligação de alguém que dizia ser funcionário da Caixa Econômica Federal e que iria até sua casa buscar seu cartão de crédito para efetuar a troca.

Um homem foi até a residência da vítima que, sem desconfiar, entregou o cartão ao autor, o qual estava em uma motocicleta semelhante à utilizada no golpe anterior.

Somente após o fato, a vítima constatou que se tratava de um golpe e que haviam sido efetuados saques variados em sua conta bancária.

Homem utiliza notas falsas para compra de equipamento

Na sexta-feira (5), por volta das 18h, uma vítima acionou a PM relatando que estava trabalhando em uma loja situada no bairro Bom Jesus, quando chegou ao local um indivíduo moreno, estatura mediana, magro, trajando camisa gola polo azul escrito nas costas “técnico mecânica”, calça jeans, tênis, boné e máscara de proteção.

Tal indivíduo negociou um equipamento e pagou com 5 cédulas de R$ 100, recebendo R$ 40 de troco. Após o fato, outro funcionário percebeu que quatro das cinco cédulas recebidas possuíam vários indícios de serem falsificadas.

Diante dos fatos, as quatro notas foram apreendidas. Rastreamentos seguem no intuito de localizar o autor do fato.

Preso por tráfico no São Geraldo

No domingo (7), por volta das 23h, durante operação policial no bairro São Geraldo, a PM visualizou quatro indivíduos em atitude suspeita na esquina da rua Maranhão com rua Pará. Ao perceberem a presença policial, um dos suspeitos de 23 anos de idade escondeu algo na porta de uma residência.

Após busca no referido local, foram localizadas sete pedras de crack escondidas. Os outros três indivíduos foram abordados, sendo todos usuários de drogas, os quais informaram que o autor de 23 anos seria o proprietário das pedras de crack e que ele comercializa drogas naquelas imediações.

Diante dos fatos, o autor de 23 anos foi preso em flagrante delito e conduzido pelo crime de tráfico de drogas. As testemunhas foram conduzidas para mais esclarecimentos.

Ameaça vizinho com arma de fogo

No domingo (7), por volta das 11h, a PM foi acionada a comparecer em um chacreamento situado na zona rural de Araxá, onde estava ocorrendo um desentendimento entre vizinhos.

De acordo com os envolvidos, no local existe um mini poço que atende as chácaras e junto ao poço há uma bomba que joga a água para um reservatório, porém, ela não pode ficar ligada mais do que quatro horas para evitar que queime.

Segundo o autor, um homem de 64 anos, ele instalou um disjuntor dentro do seu terreno para controlar o tempo de duração da bomba ligada. Segundo a vítima, um homem de 52 anos, no dia anterior foi ligar a bomba de água para atender as necessidades de sua família e não conseguiu, pois, a mesma estava desligada.

Então, procurou saber onde estaria o problema e achou o disjuntor que o autor havia instalado junto à cerca, ligando a bomba. No dia seguinte, autor e vítima tentaram dialogar a respeito dos fatos, momento em que o autor surgiu com uma arma em punho ameaçando o vizinho. A arma de fogo foi apreendida, juntamente com seis munições, e o autor preso.

Notícias relacionadas

Inscreva-se
Me avise:
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Mostrar todos os comentários
0
Deixe seu comentário para essa notícia!x