Super banner
Super banner

PM recupera carga de celulares em interceptação na BR-262

PM recupera carga de celulares em interceptação na BR-262

Foto: Willian Tardelli

Na noite desta quinta-feira (3), por volta de 23h, o Centro de Operações da Polícia Militar de Araxá, recebeu uma ligação via 190, de uma empresa de monitoramento. Os militares foram informados de que um caminhão com uma carga roubada estava transitando, em alta velocidade na BR-452 sentido à cidade de Araxá.

A Polícia Militar foi até local e localizou o caminhão no trevo de acesso à BR-262, sentido Uberaba. Foram vistos o caminhão com dois autores e um veículo Saveiro com dois indivíduos que estavam dando cobertura.

Foi solicitado, via rádio, o apoio de outras viaturas para efetuar a abordagem. Devido ao grande fluxo de veículos, a alta velocidade dos autores e o risco maior que poderia causar aos militares, a abordagem foi feita no trevo de Sacramento.

Próximo ao viaduto da linha férrea que dá início à reta da BR-262, o veículo Saveiro e o caminhão deram sinal indicativo de direção que iriam parar no acostamento, momento em que o condutor do veículo batedor visualizou a presença da viatura. Ele sacou uma arma e efetuou disparos contra os policiais.

Os componentes das guarnições se defenderam com disparos de arma de fogo permanecendo no encalço, porém alguns caminhões de cana-de-açúcar que estavam no trajeto dificultaram a abordagem.

O caminhão que estava com os produtos roubados continuou na BR-262 sentido a cidade de Uberaba, sendo acompanhado pela viatura. Após alguns quilômetros, os autores do caminhão, percebendo que iriam ser abordados, pararam, desceram e saíram efetuando disparos contra os militares que se defenderam.

Outra viatura chegou em seguida dando apoio para fazer a vistoria na cabine do caminhão e na carroceira, sendo constatado que os autores realmente tinham fugido do local.

Foi verificado que a carga do caminhão se tratava de telefones celulares da marca LG. O veículo  foi roubado na cidade de Araguari na BR-050.

O veículo foi deslocado pelos militares para a delegacia de Polícia Civil de Araxá. Também foi apreendido um aparelho bloqueador de sinal de rastreamento. As buscas continuam sendo realizadas no intuito de localizar os possíveis autores. A carga está avaliada em mais de R$ 1,5 milhão. 

Notícias relacionadas