Super banner
Super banner

Polícia Civil apresenta acusados de homicídios e assaltos

Polícia Civil apresenta acusados de homicídios e assaltos

Foto: Caio Aureliano

Da Redação/Caio Aureliano – Nesta quinta-feira (18), a Polícia Civil fez a apresentação de quatro autores, suspeitos de homicídios e assaltos em Araxá. Os quatro presos pela Polícia Civil foram Jardel, Warlei, Wilton e Itamar. O delegado, Hely Andrade, relata que a dupla Jardel e Warlei foi autora de roubo na panificadora Sabor de Minas ocorrido na última terça.

Nesta semana eles foram flagrados por porte ilegal de armas. “Nós acabamos aproveitando a situação, investigando o que havia ocorrido e descobrimos que eles participaram do assalto na Sabor de Minas no dia 16 e Jardel foi autor daquele roubo na Pão Nosso que ocorreu no dia 17”, diz o delegado.

“O Jardel também autor daquele disparo contra a cabeça de um andarilho que catava papel aí, que se encontra em Uberaba com morte cerebral. Provavelmente estamos diante de um autor de homicídio”, acrescenta.

As outras duas pessoas presas pela Polícia Civil foram Wilton e Itamar. O delegado conta que Itamar foi autor de um homicídio ocorrido em frente ao Supermercado Irmãos Paulo. “Ele (Itamar) também juntamente com Wilton, presos hoje (18) pela nossa equipe, foram autores da tentativa de homicídio contra o Gui, aquele menor”, afirma.

De acordo com Hely, podem ter ocorrido outros crimes envolvidos como assaltos a mão armada. “A nossa missão é complicada. Você tem que buscar elementos de prova para depois apontar a autoria. Nós estamos trabalhando com a possibilidade de Jardel e Warlei terem participado de outros assaltos, mas ainda não podemos afirmar nada”.

Jardel e Warlei já estão presos no Presídio Regional de Araxá e outros dois vão ter o mesmo direcionamento.

Agora a Polícia Civil trabalha para esclarecer os homicídios de Ana Clara e do comerciante Enildo. “Nós temos quase certeza que vamos esclarecer isso rapidamente, estamos com muita esperança. As informações passadas daquele crime (do Enildo), são minuciosamente pesquisadas e avaliadas para que nos possam dar direcionamento. Já o crime da Ana Clara, acredito que a qualquer momento podemos dar informações a sociedade”, ressalta o delegado.

Heli Andrade diz que Araxá teve crimes violentos que preocuparam a população. “A nossa intenção é de zerar muitos desses crimes, esclarecer todos. É claro que é uma pretensão audaciosa porque em nenhum lugar, não se consegue isso, mas vamos buscar colocar atrás das grades todos os caras que tiverem devendo alguma coisa para justiça e  a sociedade de Araxá”, conclui o delegado.

Notícias relacionadas