Super banner
Super banner

Sinplalto viabiliza acordo para piso nacional em Serra do Salitre

Sinplalto viabiliza acordo para piso nacional em Serra do Salitre

Sinplalto viabiliza acordo para piso nacional em Serra do Salitre 1

O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Araxá e Região (Sinplalto) viabilizou um acordo entre os servidores municipais da Educação e a Prefeitura de Serra do Salitre que institui o pagamento do piso nacional da categoria. A Câmara Municipal aprovou nesta semana o projeto de lei 742/11, de autoria do Executivo, que cumpre a lei federal 11.738/2008, concedendo o vencimento contratual de R$1.187.97 para uma jornada de até 40 semanais. O pagamento será proporcional às horas trabalhadas, 24 horas semanais, e não tem incluso as bonificações e gratificações incorporadas à remuneração básica.

O projeto de lei altera o piso salarial inicial para professores da educação básica nível 4 para R$ 712,25, alterando proporcionalmente aos demais níveis da progressão para uma carga de 24 horas semanais. As disposições relativas ao piso salarial serão estendidas a todas as aposentadorias e pensões dos servidores públicos municipais do magistério da educação básico.

As despesas decorrentes da execução dessa lei serão atendidas à conta de dotações orçamentárias do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb).

O prefeito de Serra do Salitre, Cresmar Ribeiro, diz que o benefício será pago a partir deste mês. “O vencimento de outubro já será pago de acordo com o piso nacional da educação. Serra do Salitre é um dos primeiros municípios do Estado a pagar o piso nacional para os servidores do magistério da educação básico e o único a não incorporar as gratificações e bonificações”, afirma.

“Tínhamos um prazo para conceder o piso, mas fizemos um estudo e percebemos que tínhamos condições de conceder o benefício de imediato. Temos trabalhado para a categoria e, pelo que temos visto no Estado, os servidores da educação de Serra do Salitre é um dos mais valorizados no Estado, principalmente agora com o pagamento do piso nacional proporcional as horas trabalhadas”, acrescenta Cresmar.

De acordo com o presidente do Sinplalto, Hely Aires, o pagamento do piso nacional é mais uma conquista do sindicato. “Estamos muito satisfeitos com o acordo viabilizado pelo Sinplalto e a Câmara Municipal. Os vereadores foram fundamentais no processo já que através da convocação feita por eles o prefeito se sensibilizou e esforçou para encaminhar o projeto de lei antes da audiência pública que realizamos no último dia 30 de setembro”, destaca.

“Sabíamos das dificuldades financeiras do município em pagar o piso nacional e que a prefeitura tinha um prazo para conceder o aumento garantido pela lei, mas o prefeito Cresmar, a Secretaria Municipal de Educação e de Assuntos Jurídicos, tem se mostrado um grande parceiro dos servidores municipais e atendido as justas reivindicações da categoria”, ressalta o presidente.

Plano de cargos e salários

Segundo Hely, outro benefício conquistado pelo sindicato foi a criação de uma comissão de servidores da Educação para discutir junto com o município a reforma do plano de cargos e salários. “Vamos realizar uma assembleia geral para nomear a comissão que vai escutar as reivindicações do quadro da educação e junto com a secretaria elaborar um plano de carreira que atender as expectativas dos servidores. Em pouco tempo de trabalho, nós (Sinplalto, os vereadores e o prefeito Cresmar Ribeiro) temos trabalho muito em prol dos servidores de Serra do Salitre. Ainda temos muito que fazer muitas reivindicações e demandas que devem ser atendidas pelo município, mas a categoria tem reconhecido o esforço de todos”, conclui.

Notícias relacionadas