Super banner
Super banner

Suspeitos presos pela Operação Malebolge permanecem em silêncio na segunda fase de depoimentos

Suspeitos presos pela Operação Malebolge permanecem em silêncio na segunda fase de depoimentos

Os suspeitos presos pela Operação Malebolge ficaram em silêncio na segunda etapa de interrogatório feita pela Polícia Civil, nesta terça-feira (19), com os desdobramentos das investigações.

Na primeira etapa, um dos presos negou todas as acusações e os quatro restantes também permaneceram calados, o que é um direito constitucional. Os cinco suspeitos presos são o casal e ex-assessores Lucimary Ávila (também ex-secretária de Governo) e Leovander Gomes de Ávila, o ex-assessor Zeceli Campos Ribeiro e o casal de sócios da empresa investigada por esquema de desvio de dinheiro público, Vitor Hugo Silva e Élida Cristina Pereira Silva.

Segundo as investigações, o esquema teria movimentado mais de R$ 5 milhões oriundos de contratos com a Prefeitura de Araxá com uma empresa de transporte. Em entrevista à imprensa, o delegado Renato de Alcino Vieira comentou sobre o prosseguimento dos trabalhos.

Segundo ele, a polícia analisa se pedirá a prisão preventiva dos acusados, tendo em vista que se forem liberados iriam ou não interferir nas investigações. Ele não descartou novas prisões, pois outras empresas estão sendo investigadas. O inquérito já reúne 14 mil páginas. Veículos, dinheiro, joias, documentos contábeis e equipamentos eletrônicos foram apreendidos pela polícia.

Fonte: Diário de Araxá

Notícias relacionadas

Inscreva-se
Me avise:
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Mostrar todos os comentários
0
Deixe seu comentário para essa notícia!x