Super banner
Super banner
Super banner
Super banner
Super banner

Vereadores cobram convênios do município com entidades assistenciais

Vereadores cobram convênios do município com entidades assistenciais

Demissões, dividas e falta de atendimento são alguns dos problemas enfrentados por entidades assistenciais que mantinham convênio com a Prefeitura de Araxá, mas que em 2009 ainda não receberam o repasse financeiro previsto no Orçamento deste ano. Além disso, servidores municipais que realizavam atendimento nessas instituições foram deslocados para outras áreas da saúde, comprometendo a demanda existente em cada local.

Na reunião ordinária da Câmara Municipal da tarde de ontem (10), os vereadores cobraram o envio dos projetos de lei referentes aos convênios para que o Legislativo aprove e os problemas sejam amenizados.

Segundo o vereador Marco Antônio Rios, entidades como a Casa do Caminho, a Associação de Assistência à Pessoa com Deficiência de Araxá (Fada), Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae), Asilo São Vicente, Lar Ebenézer, Serviço de Obras Sociais (SOS), Fazendinha do Senhor Jesus, Sociedade de Promoção Humano (Soproh) e outras instituições estão passando por dificuldades.

“As entidades cumprem um papel importantíssimo e compõe uma rede social de sustentação das demandas, principalmente das famílias mais carentes, deficientes e muitas vezes de pessoas desassistidas dentro do município de Araxá”, destaca. 

Entrevista completa com o vereador Marco Antônio Rios

A prefeitura, através do secretário municipal de Saúde, Antônio Marcos Belo, afirma que na próxima semana o Executivo deve apresentar à Câmara os projetos de lei dos convênios, conforme entrevista ao Diário de Araxá sobre a Casa do Caminho. Ele destaca que até o fim de março todos os convênios previstos serão assinados.

Notícias relacionadas