Super banner
Super banner

Vila Nova vacila e perde de virada

O Vila Nova, que entrou em campo só pensando na vitória e num tropeço do CIT para buscar uma vaga na final da Taça Cidade, enfrentou o Trianon, que já está classificado para a próxima fase, na manhã de hoje (27), no Honorízio Pereira Velozo. O Vila abriu dois gols de vantagem no 1º tempo, mas voltou apagado para a etapa complementar e cedeu a virada por 3 a 2, com direito a dois do artilheiro isolado na competição, David.

Resultados e classificação da 14ª rodada da 1ª Divisão

Resultados e classificação da última rodada da 2ª Divisão

André e as bolas paradas

O Vila sobrou nos primeiros 45 minutos de jogo. O Trianon só assustou duas vezes com chutes de David, que jogou isolado no ataque até a entrada de Eltinho, no lugar de Edinho, para fazer a ligação. Mesmo com facilidade, o Vila Nova só marcou em jogadas de bola parada.

Aos 13 minutos, Edinho fez falta em Caio Xaropinho na entrada da área. O capitão da equipe, André, se encarregou da cobrança e, com categoria, mandou por cima da barreira no canto direito de Romero, que não pode fazer nada.

O Vila dominou a partida e tocou a bola com tranqüilidade. O segundo gol não demorou a sair. André foi para cobrança de escanteio aos 29, o zagueiro Wescley tentou afastar, mas jogou contra o patrimônio; o árbitro Nivaldo de Souza validou o gol para André.

Trianon consegue a virada

A postura do Vila não chegou perto do que o time fez no 1º tempo e a pane tricolor começou com Deninho errando um gol feito. Aos quatro minutos, o zagueiro Wescley furou ao tentar cortar, e Deninho, cara a cara com Romero, chutou por cima do gol e perdeu a chance de matar a partida.

O lateral Gustavo abriu o caminho para a virada do Trianon. Aos 9 minutos, ele partiu pra cima de Liniquer que cometeu pênalti. Na cobrança, David diminuiu a vantagem do Vila. Sem determinação em campo e vendo o Trianon jogar, o empate não demorou. Logo aos 20, Ezequiel cobrou escanteio, a zaga vacilou e Washington desviou meio sem querer deixando tudo igual.

O adeus a vaga na final veio aos 28. Após cruzamento, Darlan foi obrigado a sair do gol, ele levou a pior na dividida de bola com Washington, que tocou para David. Com o gol aberto o artlheiro só teve o trabalho de tocar para a rede e fazer seu 18º gol na competição. Em busca do empate, Caio Xaropinho ainda acertou a trave, aos 35, mas viu um Vila sem poder de reação, sair de campo sem Dudu (expulso) e com a derrota de virada por 3 a 2.

Vila Nova: Darlan, Liniquer (João Paulo), Wilton Sargento, Dudu, Thiago Piriá; Caio Xaropinho, Deninho (Diogo), André, Thiago Humberto; Pingüim (Rickleber) e Careca.                                                                                                                             Treinador: Celinho.

Trianon: Romero, Fábio (Guilherme), Alex, Wescley (Gederson), Gustavo; Edinho (Eltinho), Emerson, Marcos Peixe, Washington (Robinho), Ezequiel (Danilo); Davi.
Treinador: Fernandinho.

Árbitro: Nivaldo de Souza
Auxiliares: José Maria da Silva e José Roberto Chaves.

Gols: André (2), aos 13 minutos e aos 29; David (2), aos 9 do 2º tempo e aos 28 e Washington, aos 20.

Cartões amarelos: Liniquer e Pingüim (Vila Nova) e Gederson, Edinho, Emerson e Marcos Peixe (Trianon).

Cartão vermelho: Dudu (Vila Nova).

 

Notícias relacionadas