Araxá é representada em reunião da Frente Parlamentar em defesa do Comércio

Araxá é representada em reunião da Frente Parlamentar em defesa do Comércio

Discutir propostas de aprimoramento da legislação estadual no que tange à regulamentação do comércio, visando à valorização e ao maior incentivo para o setor em Minas Gerais. Com esse objetivo, o deputado Bosco (PTdoB) e o presidente da Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Estado de Minas Gerais (Federaminas), Emílio Parolini, participaram do lançamento da Frente Parlamentar em Defesa do Comércio, dos Lojistas e dos Serviços de Minas Gerais, realizado na última terça-feira (11), na Associação Comercial e Empresarial de Minas (AC Minas), em Belo Horizonte.

O presidente da Federaminas, Emílio Parolini, destacou a realização de encontros regionais da federação, que buscou verificar as demandas dos federados do segmento empresarial em diversas cidades sedes do Estado. Nesse sentido, com base no que foi levantado na primeira etapa dessas reuniões, ele defendeu que a frente parlamentar pautasse, como prioridade de atuação, a discussão sobre a alíquota cobrada de Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) para os atacadistas, sobre a segurança dos comerciantes e lojistas, além de sugerir regulamentação incisiva sobre a realização de feiras itinerantes no Estado. “É preciso que seja elaborado um Projeto de Lei que impeça a atuação das feiras itinerantes, que, por muitas vezes, não oferecem produtos de qualidade e comprometem o comércio local”, avaliou.

Maior participação do Estado na busca de contribuir para a expansão dos negócios comerciais e empresariais em Minas Gerais foi reivindicada pelo deputado Bosco, que, em seu pronunciamento, enalteceu a iniciativa de criação da frente parlamentar do segmento do comércio. “O que está sendo criado aqui, hoje, é uma extensão da Assembleia Legislativa de Minas, uma ponte em defesa do comércio e um elo dos senhores (empresários) conosco”, destacou. Para ele, o governo deve ser parceiro dos empresários, que contribuem para renda e geração de empregos no Estado. “O segmento comercial é extremamente importante para os municípios, haja vista que nem todos têm vocação para a indústria, mas, de fato, todos têm comércio, gerando emprego e renda”, disse.

A Frente Parlamentar em Defesa do Comércio, dos Lojistas e dos Serviços de Minas Gerais é uma iniciativa do deputado estadual Antônio Carlos Arantes (PSDB), que apresentou requerimento em Plenário para a criação do grupo, que conta com mais de 50 parlamentares.

Notícias relacionadas