Super banner
Super banner

GEF e CIT ficam no 0 a 0

Na manhã de hoje (20), na AEF, GEF e CIT fizeram um jogo de muita pegada e poucas chances de gol. No fim, o empate em 0 a 0 garantiu a invencibilidade do CIT na competição. O GEF teve mais chances, mas parou na falta de pontaria e numa grande defesa de Fabinho já nos acréscimos. Na próxima rodada o CIT enfrenta o Dínamo; já o GEF tem o Grei pela frente.

Resultados e classificação da 13ª rodada da 1ª Divisão

Resultados e classificação da 10ª rodada da 2ª Divisão

GEF faz, mas não vale

O jogo demorou a engrenar e a falta de pontaria e criatividade foram a tônica da primeira etapa. Através de bolas alçadas na área buscando Gordinho, o CIT tentava incomodar a defensiva do GEF, mas a zaga se acertou e neutralizou as investidas do time colorado.

Os donos da casa só chegaram com perigo aos 21 minutos. Após bate e rebate na área a bola sobrou para Lucas, ele chutou no canto esquerdo de Fabinho, mas teve o gol anulado por estar impedido. O GEF aproveitou o melhor momento na partida e só não abriu o placar porque Fabinho apareceu bem. Aos 33, Rodrigo recebeu lançamento, ganhou da zaga e obrigou o goleiro do CIT a fazer uma defesa de puro reflexo.

Se os atacantes do CIT não estavam numa manhã inspirada, quem apareceu pra resolver foi Alan. Aos 41, ele chutou forte da entrada da área, a bola desviou na zaga e Robert fez uma linda defesa no contrapé.

CIT com um a mais

Com Flavinho no lugar de Cláudio, o treinador Isdeni tentou dar mais opções no ataque, mas o talismã do CIT foi figura apagada na partida. No momento em que o GEF era superior no jogo, Marcos Júnior recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso pelo árbitro Amilton César, aos 14 minutos.

Após o lance, muita discussão e pouco futebol. A partida ficou nervosa, assim como o banco de reservas do GEF que viu pênalti claro em Rodrigo, não marcado pelo árbitro. Nem parecia que o CIT tinha um jogador a mais, não tinha calma para sair jogando, mesmo com a boa atuação do lateral Kellvy, seus cruzamentos pouco adiantaram.

Por estar em desvantagem numérica e suportar as vezes que o CIT chegou com perigo, o 0 a 0 até poderia ser comemorado pelo GEF, se não fosse o gol perdido nos acréscimos. Aos 47, após jogada pela linha de fundo, Alex Rodrigues deixou para Lucas Ribite, que cara-a-cara com Fabinho perder um gol incrível.

Ficha técnica

CIT: Fabinho, Vaninho, Wellington, Carlão, Kellvy; Anselmo, Adriano, Alan, Cláudio; Gordinho e Paulo Henrique.
Treinador: Isdeni.

GEF: Robert, Rafael, Ítalo, Marcos Júnior, Jean Dener; Timim, Lucas, Ariterlan, Alex Rodrigues; Rodigo e Serginho.
Treinador: Marcão.

Árbitro: Amilton César.
Auxiliares: Luiz Carlos Braga e Murilo Gonçalves.

Cartões amarelos: Jean Dener, Alex Rodrigues e Rodrigo (GEF); Vaninho e Badeti (CIT).
                                                                                                                                                                                                                           Cartão vermelho: Marcos Júnior.

 

Notícias relacionadas