Ministério Público de Minas Gerais desenvolve ações dentro da Campanha Voto Consciente

Ministério Público de Minas Gerais desenvolve ações dentro da Campanha Voto Consciente

O Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) trabalha com a campanha Voto Consciente – Eleições 2014. A iniciativa promove uma série de ações em todo o Estado para envolver, sensibilizar e engajar a sociedade sobre a importância do voto consciente e de eleições limpas. Assim, busca fortalecer o combate a práticas ilegais que ocorrem, principalmente, com a proximidade dos pleitos, caso de compra de votos, financiamento irregular de campanhas e uso da máquina pública.

O promotor de Justiça e coordenador do projeto, Edson de Resende Castro, salienta a importância dessa aproximação da sociedade como forma de qualificar o eleitor e, consequentemente, os seus representantes. “No momento em que o cidadão não se vê representado, nossa democracia corre risco”, afirmou, lembrando das mobilizações que tomaram as ruas do país no ano passado.

O promotor de Justiça revela ainda que essa parceria com o cidadão deve refletir, inclusive, na atuação do Ministério Público. “Na medida em que as pessoas conseguem distinguir o certo do errado, as denúncias aumentam”, acrescenta.

Para atingir os mais de 15 milhões de eleitores mineiros, o MPMG, assim como em 2012, buscou diversas parcerias, elaborou material educativo e informativo para distribuir nos municípios mineiros e preparou uma novidade: a publicação de uma página da campanha no Facebook – www.facebook.com/votoconscientempmg.

Além da divulgação por meio de material publicitário, a iniciativa prevê palestras em instituições de ensino, em centros religiosos, e reuniões com prefeitos, como forma de orientá-los quanto às condutas vedadas. “Vamos propor termos de compromisso para a estrita observância dos aspectos legais”, garante Resende.

O promotor Fabrício Marques Ferragini, coordenador estadual da campanha “O que você tem a ver com a corrupção?”, reforça a importância da participação dos parceiros e revela que, em 2014, o MPMG concentra os esforços no projeto Voto Consciente.

Notícias relacionadas