Mulher cai no golpe da recarga do celular e se nega a pagar por despesas

Mulher cai no golpe da recarga do celular e se nega a pagar por despesas

No sábado (23), por volta das 20h, a Polícia Militar (PM) compareceu em uma mercearia na avenida Maria Guimarães de Faria, no bairro Alvorada, onde o proprietário G.S, 42 anos, relatou que compareceu em seu estabelecimento a cliente G.M., 58, solicitando que ele fizesse algumas recargas de celular para ela dizendo que era para seu sobrinho que residia em Belo Horizonte.

O comerciante desconfiou e perguntou se ela não estava sendo obrigada por alguém a realizar as recargas, ela respondeu que era para ele fazer as recargas sem pedir mais explicações.

Foram realizadas diversas recargas para diversos números, totalizando a quantia de R$ 1.798. O comerciante relatou ainda que após lançar tais créditos exigiu o pagamento, mas ela se negou a pagar e disse que o sobrinho dela que solicitou para ela mentir e lançar os créditos.

Com a chegada da PM, a autora alegou que a verdadeira história iniciou quando teria recebido um telefonema de uma pessoa dizendo que era da administração de uma operadora de celular e que ela havia ganhado uma promoção de uma televisão de LED de 32 polegadas e a quantia de R$ 10 mil, e que para receber os prêmios teria que efetuar a recarga dos telefones que lhe repassaram.

Diante da negativa da autora em pagar o valor ao comerciante, ela foi presa e encaminhada à Delegacia de Polícia Civil para as demais providências.

Notícias relacionadas