Ratinho, de pênalti, garante empate sofrido

Ratinho, de pênalti, garante empate sofrido

O Araxá estreou em casa e não foi bem contra o Poços de Caldas, na tarde de hoje (13), no Fausto Alvim. A equipe fez um péssimo 1° tempo e só não foi para os vestiários perdendo por mais pela falta de pontaria dos adversários e pelas defesas de Paulo César. Na segunda etapa, o Vulcão teve um jogador expulso e o Araxá suou para conseguir empatar com um gol de pênalti cobrado por Ratinho. No próximo sábado (20), o Ganso volta a campo contra o Funorte, às 16h, no Fausto Alvim.

â–º Classificação e jogos da Chave A

â–º Classificação jogos da Chave B

Pressão do Poços

Nem parecia que o Araxá estava jogando em casa no 1° tempo. O Poços de Caldas começou bem melhor e teve várias chances. A primeira veio no chute de Luciano após passe de Djalminha, que Paulo César fez a defesa.

Na sequência, o Vulcão chegou perto do gol num chute colocado de Bruninho e num cruzamento da direita, que passou na cara do gol, mas ninguém apareceu para tocar com Paulo César batido na jogada. 

De tanto pressionar não demorou para o Poços balançar as redes do Araxá. O lateral Bruninho fez o que quis pela esquerda e encontrou Luís Carlos livre leve e solto na área. O atacante teve calma e tocou sem chances de defesa para Paulo César.

Mal na partida, a torcida não demorou a pegar no pé dos jogadores e os dois escolhidos foram o volante Ferreira e o laretal-direito Paulinho. O treinador Érick Moura percebeu a situação e sacou Paulinho ainda na etapa inicial para a entrada de Rogério Sá.

Ratinho garante empate

Dois lances na volta dos vestiários favoreceram com o resultado final. Aos 2 minutos, Derlan cortou em cima da linha, a primeira investida do Poços de Caldas. Logo aos 4, Tyrone fez falta dura, recebeu o segundo amarelo e deixou o Vulcão com um a menos.

Com a vantagem numérica, Érick sacou Augusto Toda e Ewerton para a entrada dos atacantes Ratinho e Victor, respectivamente. Ratinho deu uma nova cara ao Araxá e com jogadas rápidas tentava furar a retranca do Vulcão.

Mesmo a partida tendo se transformado em ataque contra defesa, o Araxá só chutou a primeira bola a gol aos 32, com o zagueiro Rafael, aparecendo como elemento surpresa.

Com o Poços de Caldas se defendendo bem, só a jogada individual de Vinicius, aos 40, foi capaz de desestabilizar a defensiva adversária. Ele passou no meio de dois marcadores e sofreu pênalti cometido por Rodrigo.

Ratinho pediu a bola para a cobrança e com muita personalidade fez a paradinha e rolou no canto direito de Diego, que nem saiu na foto, aos 41. Fim de jogo, Araxá 1 a 1 contra o Poços de Caldas.

Ficha técnica

Araxá: Paulo César, Paulinho (Rogério Sá), Derlan, Rafael Oliveira e João Pedro; Cafu, Augusto Toda (Ratinho), Fernando Ferreira e Ewerton (Victor); Josimar e Vinicius.
Treinador: Érick Moura. 

Poços de Caldas: Diego, Jhuan (Lucas), Rodrigo, Tyrone e Bruninho; Rodolfo, Pedro, Mika e Djalminha; Luciano (Renato) e Luís Carlos (Baianinho).
Treinador: Sandro Gaúcho.

Árbitro: Ronei Cândido Alves.

Auxiliares: Breno Rodrigues e Helbert Tavares Miranda.

Gol do 1º tempo: Luís Carlos, aos 12 minutos.

Gol do 2º tempo: Ratinho, aos 41 minutos.

Cartões amarelos: Rafael, Cafu, Ratinho, Vinicius e Josimar (Araxá); Jhuan, Rodrigo, Rodolfo, Bruninho e Mika.

Cartão vermelho: Tyrone.

Notícias relacionadas