Trabalho inaugural da Frencoop Araxá destaca diplomação de vereadores

Trabalho inaugural da Frencoop Araxá destaca diplomação de vereadores

A Câmara Municipal promove reunião solene, na próxima segunda-feira (7), que vai marcar o trabalho inaugural da recém-criada Frente Parlamentar de Apoio ao Cooperativismo (Frencoop Araxá), fundada e presidida pelo vereador Juninho da Farmácia (DEM) e instituída através da Resolução 476 de 27 de maio 2014 de sua autoria. O evento acontece às 19h, no plenário da Casa da Cidadania.

Estão confirmadas as presenças de autoridades como o presidente da Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB), Márcio Lopes, o presidente do Sindicato e Organização das Cooperativas do Estado de Minas Gerais (Ocemg), Ronaldo Scucato, o presidente da Frencoop Minas Gerais, o deputado estadual Antonio Carlos Arantes (PSC), o deputado estadual Bosco (PTdoB), que é membro da Frencoop Minas Gerais, e o presidente da Cooperativa Agropecuária de Araxá Ltda (Capal), Alberto Adhemar do Valle Júnior, representando todas as cooperativas de Araxá e da região que foram convidadas, além de entidades do setor do agronegócio e população em geral.

A cerimônia vai diplomar, além de Juninho da Farmácia, outros 13 vereadores que aderiram à Frencoop Araxá – o presidente do Legislativo, Miguel Júnior (PMDB), o vice Sargento Amilton (PTdoB), Eustáquio Pereira (PTdoB), Fabiano Santos Cunha (PRB), Alexandre dos Irmãos Paula (PR), Garrado (PR), Pezão (PMDB), Romário do Picolé (PTdoB), Fárley Cabeleireiro (PT), Professor Cachoeira (PDT), Marcílio da Prefeitura (PT), Néia da Uninorte (PDT) e Pastor Moacir Santos (PDT).

Frencoop

A Frencoop é uma organização formada por parlamentares, independentemente de filiação partidária, com a missão de oferecer um atendimento atuante ao setor cooperativista, trabalhando no aperfeiçoamento e implementação de legislação que promova o desenvolvimento.

“Os vereadores da Frencoop Araxá vão atuar no desenvolvimento de ações institucionais, quando necessário, de forma a aperfeiçoar e complementar a legislação municipal que envolva matéria de interesse do cooperativismo; apoio e agilização de projetos inovadores e criativos, capazes de propiciar o desenvolvimento socioeconômico, resultante de parcerias entre o poder público e as cooperativas; apoio e divulgação dos princípios e objetivos da Frencoop nos âmbitos federal, estadual e municipal.”, destaca Juninho.

Araxá é o primeiro município do interior de Minas Gerais a contar com uma Frencoop. “Nós vimos, acompanhamos e participamos do crescimento da Capal e da Sicoob Crediara nos últimos anos e nós, vereadores, temos que dar força ao desenvolvimento do cooperativismo na região para que essa economia cresça cada vez mais. Por isso propomos a criação da Frente Parlamentar de Apoio ao Cooperativismo, a primeira municipal em Minas Gerais. Hoje, somos quinze vereadores na Câmara Municipal e quatorze vão fazer parte da bancada de defesa ao cooperativismo, independentemente do partido que pertencem. Tenho certeza que as cooperativas estarão bem assistidas na nossa cidade com a Frencoop Araxá”, acrescenta o vereador.

Além da Frencoop, Juninho também é autor da Lei que instituiu o Programa Municipal de Fomento ao Cooperativismo. Ela estabelece por parte do Município atuação de forma a estimular as atividades das cooperativas já existentes no município e grupos interessados em constituir cooperativas, nos termos da Lei, de forma a garantir a sustentabilidade e o contínuo crescimento da atividade cooperativista.

Cooperativismo atuante

O presidente da Capal, Alberto Adhemar do Valle Júnior, destaca que o cooperativismo ganha muito com a criação da Frencoop Araxá e do Programa Municipal de Fomento ao Cooperativismo.

“Hoje, temos cerca de 10 mil cooperados no nosso município. Quando levamos em consideração a quantidade de famílias envolvidas direta ou indiretamente ao cooperativismo percebemos que quase 30% dos araxaenses tem ligação com o setor. Esses dois projetos são motivo de orgulho para nossa cidade, é a mudança na política que sempre defendemos, onde os agentes políticos são apartidários e trabalham em defesa de uma bandeira ou setor, no caso da Frencoop Araxá, o cooperativismo”, ressalta.

“Ter o poder público aliado às causas cooperativistas significa gerar um ganho enorme para a economia da cidade e também para o desenvolvimento social do nosso município, pois um dos sete princípios cooperativistas é a preocupação com a comunidade local”, conclui o presidente da Capal.

Notícias relacionadas