Super banner
Super banner

Ações de conscientização combatem o uso de álcool e outras drogas

Ações de conscientização combatem o uso de álcool e outras drogas

Semana Municipal de Prevenção será aberta nesta terça-feira, às 8h no Teatro Municipal de Araxá.

A Semana Municipal de Prevenção ao Álcool e outras Drogas começa nesta terça-feira, 19. A Secretaria Municipal de Saúde através do Serviço de Saúde Mental, em especial o Centro de Atenção Psicossocial de Álcool e outras Drogas (CAPS AD), participa junto com os parceiros da Agenda Comum Intersetorial. As atividades que vão até o dia 26 com caminhada,  passeio ciclístico e rua de lazer.

A coordenadora do Serviço de Saúde Mental, Lourdes Maria Xavier, informa que o CAPS AD atende aproximadamente 30 usuários e/ou dependentes por dia, uma média de 100 usuários por mês, de forma intensiva e/ou semi-intensiva. Ela revela que cada vez mais assistimos um crescimento descontrolado do uso abusivo de álcool e outras drogas, no mundo todo. Pesquisas apontam que em média pessoas dos 15 aos 24 anos já experimentaram e/ou apresentaram sinais de embriaguez e há um aumento de 55% do consumo entre jovens.

Segundo a Organização Mundial de Saúde, no Brasil, o uso de álcool aumentou 43,5%, o que tem sido motivo de preocupação, pois o consumo de bebidas alcoólicas é algo comum em nossa cultura. O álcool mata mais pessoas do que todas as outras drogas combinadas, exemplos disso, são os altos índices de acidentes, homicídios, suicídios. Causa vários danos à saúde, é porta de entrada para outras drogas, causa sérios prejuízos sociais, familiares e judiciais, entre outros.

Lourdes ressalta que a toxicodependência é um fenômeno provocado por circunstancias de índole social, cultural, psicológica e por fatores relacionados, comuns às próprias drogas. Os motivos que normalmente levam alguém a provar ou a usar ocasionalmente drogas incluem:  problemas pessoais e  sociais,  influência  de amigos, sensação imediata de prazer, desejo ou impressão de que elas  podem resolver todos os problemas ou aliviar  as ansiedades, curiosidade, aliviar dores, tensões, angustias, depressão, encontrar novas sensações, novas satisfações, etc.

 A coordenadora destaca que o uso contínuo e abusivo de álcool e outras drogas altera a função cerebral e temporariamente muda a percepção, o humor, o comportamento e a consciência levando à dependência.  “ Não existe um modelo de programas de prevenção predefinido, eles precisam estar adequados à realidade local, aos anseios e à cultura da comunidade na qual serão implantados.  Mas, prevenir o uso indevido dessas substâncias constitui ação de inquestionável relevância nos mais diversos contextos sociais, são inúmeros os prejuízos associados ao abuso e à dependência a essas substancias psicoativas”, reforça.

Dentre as atividades da semana, o Serviço de Saúde Mental fará ações internas em todas as unidades básicas de saúde abordando o tema na sala de espera. Nos CAPS terá palestras para os usuários e seus familiares, com o  intuito de alertar toda a população sobre os malefícios do uso de drogas, com o tema: “Vida eu Quero! Drogas, Tô Fora”, no CAPS AD que funciona na Rua Nossa Senhora do Carmo, 100, Vila Guimarães.

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *