Super banner

Araxá é a 2ª melhor do Brasil para fazer negócios no setor da indústria

Araxá é a 2ª melhor do Brasil para fazer negócios no setor da indústria

Com grandes indústrias nas áreas mineração, metalurgia, alimentos, energia, construção civil e entre outros, Araxá foi apontada como a segunda melhor cidade no Brasil para fazer negócios no setor de indústria, de acordo com pesquisa realizada pela consultoria Urban Systems, publicada pela revista Exame. Em 2021, a cidade havia ficado na 66ª posição, dando um salto em 2022 para a vice-liderança.

Araxá ficou 3,575 pontos no ranking. A pontuação é calculada por meio da metodologia de análise estatística Índice de Qualidade Mercadológica (IQM).  Para a lista, foram analisados municípios com mais de 100 mil habitantes, avaliados em mais de 60 quesitos e indicadores, com análises referentes à infraestrutura de saneamento, transportes, mobilidade urbana, logística e telecomunicações.

Somente em 2022, Araxá gerou 15.937 novos empregos. Do total de ocupações, cerca 42% dos empregos no município são ligados ao ramo industrial que tem destaque para o setor de mineração e alimentos. Na mineração, por exemplo, Araxá é sede da CBMM, líder mundial em tecnologia do Nióbio e detentora dos direitos de exploração da maior mina de Nióbio em operação no mundo.

No setor de alimentos, a cidade também abriga as duas maiores fábricas de batata pré-frita congelada do Brasil. A Bem Brasil Alimentos, que produz mais de 250 mil toneladas e ocupa a liderança no varejo nacional no segmento. E a McCain, empresa canadense e maior fabricante mundial de batata pré-frita congelada e líder mundial em aperitivos / snacks, que inaugurou a sua primeira fábrica no Brasil, em 2022, na cidade de Araxá.

De acordo com o prefeito Robson Magela, Araxá está se tornando referência no que tange a inovação, sustentabilidade e geração de empregos. Ele destaca que as políticas de incentivos municipais são importantes para a instalação das empresas na cidade.

“Temos incentivos para implantação e expansão de empresas no município. É possível conceder incentivos fiscais como cessão de áreas, fornecimento de serviços, dentre outros. Com isso, é mais fácil a vinda de fábricas para que invistam na cidade e oportunizem mais postos de trabalho para a população. Estamos muito felizes com esse desempenho conquistado na pesquisa da Exame”, explica.

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *