Super banner
Super banner

Dínamo vira e luta pela última vaga da chave C

Dínamo vira e luta pela última vaga da chave C

Bruno César comemorando um de seus gols marcados na partida - Foto: Caio Aureliano

Da Redação – A quarta rodada da segunda fase do Amadorão ocorreu neste domingo (16). No estádio Octaviano de Souza Paraíso Filho (Paraisão), o Dínamo começou perdendo para o Estância, mas Tiaguinho e Bruno César, com dois gols cada um, viraram a partida em 4 a 2 e colocaram a equipe do treinador Nélio Reis na briga pela última vaga da chave C, junto com o Tigrão e o Operário.

No próximo domingo (23), Dínamo e Tigrão fazem confronto direto para ver quem estará nas semifinais, no Paraisão. Já o Estância, sem chances de classificação, enfrenta o Operário, outro time que briga pela vaga, no Honorízio Pereira Veloso. As partidas ocorrem às 9h.

A equipe do Estância entrou mais ligada no jogo e abriu o marcador aos 8 minutos com chute forte de Márcio Macaco. Por volta dos 30 minutos, o Dínamo começou a ser mais presente no campo de ataque e poderia ter saído para o intervalo com a vitória, porém as desperdiçou.

Quando o relógio marcava 43 minutos, mesmo não mostrando um grande futebol, empatou com a finalização de Tiaguinho, da entrada da área, que foi no canto direito do goleiro Danilo.

O treinador Nélio Reis deu uma bronca em seus jogadores no intervalo e o começo da segunda etapa foi favorável ao Dínamo. Aos 3 minutos, Zé do Tim apareceu pela esquerda e rolou para Tiaguinho, dentro da área, que dominou, girou e chutou cruzado, virando em 2 a 1. Na sequência, o árbitro Nivaldo de Souza apontou falta na entrada da área. O encarregado para a cobrança foi Bruno César, que colocou fora do alcance de Danilo e marcou o terceiro.

Com dois gols de vantagem, o Estância foi para cima e conseguiu diminuir o placar com Igor Gaega. Na cobrança do escanteio, a bola chegou no Alex Marlon e rolou para a finalização do camisa 5 do Estância, na rede.

A equipe alvinegra continuou mais presente no ataque e deixou espaços ao Dínamo que investiu no contra-ataque. Aos 42 minutos, Bruno César avançou rápido na direita e bateu forte no travessão. Depois, o árbitro Nivaldo de Souza apitou pênalti em cima do jogador do Dínamo. Os jogadores do Estância reclamaram muito, principalmente o goleiro Danilo que foi expulso pelo excesso.

O atacante Renato saiu da linha e foi a sua meta para tentar defender a cobrança de Bruno César. Ele bateu com perfeição no canto esquerdo, sem chances de defesa para Renato.

Rodada

O Ferrocarril surpreendeu o Operário ao ganhar de 3 a 0 no estádio Oacisto Teixeira e o GEF venceu a equipe do Tigrão por 2 a 1 garantindo vaga para as semifinais do Amadorão. Na última rodada, Tigrão, Dínamo e o Ferrocarril estão na luta pela segunda e última vaga na chave C

Quatro equipes lutam por duas vagas na chave B

A outra chave também conhecerá os outros dois semifinalistas. Diferentemente da chave C, na B, o Vila goleou o Olympique de 3 a 0 e assumiu a liderança com 9 pontos. O Grei acabou empatando com CIT em 2 a 2, e o Internacional bateu o Guarani por 5 a 2. Na última rodada, Grei x Vila, na AFB, e Inter x Olympique, na Chácara Dona Adélia, decidirão os dois classificados.

As equipes do CIT e do Guarani, sem chances de classificação, encerram a rodada deste grupo.

Ficha técnica

Dínamo: Fernando; Paulo Alessandro (Caubói), Igor, Dedê e Zé do Tim; Baiano, Vertinho, Valtinho e Bruno César; Tiaguinho e Belchiorzinho (Coquinho). Treinador: Nélio Reis.

Estância: Danilo; Alex Souza (Paulo Henrique), Tchô, Douglas e Marcinho (Alex Márlon); Igor Gaega, Wilton Gaega, Fofão e Márcio Macaco; Tiago Ribeiro e Renato. Treinador: Amilton Borges.

Árbitro: Nivaldo de Souza.

Assistentes: Jean Carlos Borges e Gílson Olegário.

Gols no primeiro tempo: Márcio Macaco, aos 8; Tiaguinho ,aos 43 minutos.

Gols no segundo tempo: Tiaguinho, aos 3; Bruno César, aos 6; Igor Gaega, aos 27; Bruno César, aos 50 minutos.

Cartões amarelos: Vertinho e Tiaguinho (Dínamo); Tchô e Renato (Estância).

Cartão vermelho: Danilo (Estância).

Notícias relacionadas