Super banner
Super banner

Fórum Comunitário discute a quantidade de cães de rua em Araxá

Fórum Comunitário discute a quantidade de cães de rua em Araxá

Fórum Comunitário discute a quantidade de cães de rua em Araxá 1

Por meio de solicitação do Vereador Romário do Picolé, foi realizado nesta semana, na Câmara Municipal, um Fórum Comunitário para tratar sobre os cães de rua em Araxá. A reunião foi presidida pelo vice-presidente, Fabiano Santos Cunha e contou com a participação dos vereadores Alexandre (Irmãos Paula) e Mauro do Detran.

Também se fizeram presentes a vice-prefeita e secretária de Saúde do município, Lídia Jordão; o Major da Polícia Militar, Fernando Reis; o Sargento Lúcio, do Corpo de Bombeiros e o presidente do Conselho Municipal de Saúde, Elias Pedro Vieira.

Romário Galdino afirmou que o grande número de cães de rua na cidade pode ser explicado pela falta de planejamento do poder público nos últimos anos. Para o vereador, a situação pode ser revertida com políticas públicas por parte do centro de zoonoses, estímulo à castração, vacinação, posse consciente e criação de um conselho municipal.

Para Mauro do Detran, a castração deve ser encarada como prioridade no momento. Mauro também sugeriu um levantamento preciso da população de cães de rua, visando ações mais planejadas. O vereador Alexandre lembrou que esta é uma responsabilidade de todos e deu ênfase à questão da conscientização.

A vice-prefeita Lídia Jordão lembrou que a construção de um canil demanda tempo, e que uma medida com resultado mais imediato seria um espaço destinado à esterilização desses animais.

Coordenadora do projeto voluntário Castração Evolução, Ludmila Antunes disse que a população de cães em Araxá está fora do controle, e que a situação é alarmante. Onilda Soares, integrante da equipe responsável pelo Abrigo Mão de Assis, cobrou um programa de castrações e um abrigo municipal com estrutura adequada.

Notícias relacionadas